Juíza Diretora do Fórum de Itaporanga Conversa Com Seus Auxiliares

1P Nisso e Direito
Juíza Diretora do Fórum de Itaporanga Conversa Com Seus Auxiliares

(Reynollds Augusto)

A figura do Estado foi uma construção de gênio, não se sabendo,  precisamente,  como o processo principiou-se, havendo muitas teorias e algumas intuições.

Da minha parte estou  adeso   ao princípio de evolução,  por qual passa o ser humano e que pouco a pouco  está saindo  da “caverna”, numa alusão ao mito da caverna de Platão, o  discípulo prestimoso   do Sócrates.

O Estado é efeito do  estado de maturidade coletiva, que, por sua vez, precisa ser sempre aperfeiçoado. Vale lembrar o grande Sócrates,  que disse a maior das verdades:

“O que sei é que nada sei”.

Né não?

20170428_101945
Percebemos  que, antes de tudo, somos espíritos, cumprindo suas  missões e   nos depurando   pelos  nossos comprometimentos,  resultados de experiências transatas  e todos, definitivamente todos, estão sujeito á maior de todas as jurisdições,  que preexiste e sobrevive a tudo, que é a de Deus. É o Direito Natural  tratado minimamente pela academia.  A verdade  é que  cada um tem  a vida que merece e as oportunidades também.

20170428_102120A vida de cada qual  não é resultado do acaso e sim da causalidade, pois Jesus, o de Nazaré,  já disse que: “A cada um segundo as suas obras” e que “ Não sairás daí – do planeta Terra- enquanto não pagares o último ceitil”.  Isso é causalidade.

“ Provar”,  é quando a vida nos faz testes de comportamentos  nos pondo em experiências pontuais e isso acontece quase todos os dias, que são os  desafios que se nos surgem. São os testes existenciais,  os desafios a serem superados  e  não se engane, depois de um problema, “cabra véi”,  se prepare  para o  outro.

20170428_102155O bom disso é que  o planeta está passando da condição de “provas expiações” para  o de regeneração e aqui só ficará quem tem tendência a fazer o bem.

Duvide não!

Muita gente está  morrendo e  não voltará mais por essas bandas, vai aperfeiçoar-se em outras casas, pois  “na casa do meu Pai, há muitas moradas” (Jesus). Algumas mais duras, outras  felizes  .

Outras ,  estão ficando reprovadas, como a maioria dos políticos, por exemplo, que não passam na  prova da honestidade. Esses estão guardando para si  dores tremendas, pois ninguém morre, só o corpo, que acontece todos os dias, pois todos estamos na contagem regressiva  e seguiremos com os nossos comprometimentos.

O “cabra” nasceu, começou a morrer, indicando que  “curso” por aqui é curto,  pois o tempo é ilusão e nem existe, como o concebemos, segundo Einstein.   Somos testados,  todos os dias,  para que o universo “saiba” se realmente mudamos.

A expiação   é uma espécie de Penalidade Divina, que nesse caso educa e transforma. É que viver no  Planeta  Terra é coisa complicada,  por ser um planeta de Provas e Expiações, segundo os imortais. Nosso psiquismo ainda  é doentio e a maioria dos  moradores do planeta Terra  ainda alimenta o egoísmo e o orgulho, as  duas chagas sociais e que são a base de quase todos os conflitos. Por isso tanto conflitos existenciais.

A separação dos três poderes, sabemos, sempre foi objeto de discussão de grandes pensadores e jurisconsulto que passaram por esse palco, como Platão, Aristóteles, Locke e mais precisamente Montesquieu. Todos eles deram suas contribuições  para dividir essa força, que na realidade é do povo. O  Estado Democrático de Direito  tem como causa o povo e a ele deve reverência e proteção.

Dos três poderes tem  um diferente e tão importante quanto os outros,  mas que faz realizar, por ser judicante e  assim alvo dos olhares da coletividade, precisando mostrar a que veio, devendo  ser   amparado pela ética e moralidade, norteadores do Direito, que deve  promover justiça, senão vira engodo e o povo nota.

20170428_102026Nos tempos de hoje, está  sendo   está visado pela mídia, pelas pessoas, esperando muito dos seus agentes, pela descrença  em nossos representantes.  É como se abríssemos   a  “Caixa de Pandora”, sendo fenômeno importante para  a depuração dessa,   que é a nação mais linda no mundo.

Já notou, leitor, que o  nosso lindo Brasil    tem  a forma de um coração? É o “coração do mundo”. Sendo preciso que  o  Poder Judiciário  resolva  e se proteja  das paixões, que segam.

Vez por outras vemos juízes sendo ameaçados,  por quem não passou no teste de viver em sociedade, sendo preciso cautela e precaução. Juízes, que são   pessoas compromissadas,  alçados ao poder por mérito próprio e que resolveram cumprir a missão de realizar o Direito , para equilibrar a convivência, sendo um  missão difícil.

No meio do caminho muitos interesses, muitas pedras. Sendo imprescindível muita precaução,  pois os tempos são outros e não há  respeito pelos poderes instituídos.  Apesar de nossa Comarca nunca ter passado por algo grave , nessa relação é preciso cautela. A  prevenção é   a mola do equilíbrio.

Essa semana  a douta Juíza,  Diretora do Fórum da Comarca de  Itaporanga, realizou a primeira reunião coletiva com os seus auxiliares e a tônica foi a ética, o compromisso a  verdade e  a segurança.

A Doutora Lessandra Torres da Silva assumiu  o cargo político de magistrada, no terceiro juízo, por  ter sido selecionada no último concurso do  Tribunal de Justiça da Paraíba, com  ela a  Doutora Francisca Brena Camelo Brito, no primeiro juízo. No  segundo Juízo, já com mais experiência no caminho,   o excelente magistrado, filho da nossa vizinha cidade de Piancó, Doutor Eugênio.

A comarca de Itaporanga  há anos sem juízes titulares agora respira melhor e pouco a pouco está colocando o Direito em ordem em nossas terras.

Avante! A sociedade espera muito da Justiça, ela a nossa ultima  saída.

PENSE NISSO!MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *