Itaporanga nos anos Quarenta

604082_226530607542943_497050720_n

 

 

 Itaporanga em 1949. — com Antonio Inacio De Araujo Inacio.
………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………….Fechar

Leonida Oliveira
Leonida Oliveira nossa!. Meus pais e bem dessa epoca..

Nilvando Ferraz
Nilvando Ferraz Pergunto a vcs mulheres, de hj e de ontem: quais são + elegantes os homens de ontem ou os de hj.

Nilvando Ferraz
Nilvando Ferraz Vai q é tua Jesus Fonseca, escala esse time ……caso precise peça auxilio aEdson Barreiro Lemos.

Josinato Gomes
Josinato Gomes Diviso, à esquerda do grande estadista Argemiro de Figueiredo, os Doutores José Gomes da Silva e Praxedes da Silva Pitanga, primos, expoentes máximos da política itaporanguense.

Carlos Edilio Bernardino Pinto
Carlos Edilio Bernardino Pinto Talvez na segunda fila à direita o Sr. José Barros Sobrinho, pai do Dr Marleno Barros.

Caçula Moreira
Caçula Moreira Claro que é o de antigamente Nilvando !!l hhhhoje não existe mais.

Caçula Moreira
Caçula Moreira Olha quanta elegância !!!!! hoje em dia ninguém ver mais.

Raimundo Nonato Pinto Nonato
Raimundo Nonato Pinto Nonato Nessa foto, estão claros para alguns as presenças de Argemiro, Zé Gomes, Pitanga, Zé Barrros e o estudante Cleomenceau, filho de Gabriel Maia, Gabila, meu padrinho.O q vemos nessa foto era o povo todo de paletot branco, era a moda e nem sequer um veículo, e ñ era nenhuma passeata, deviam ir algum local devidamente pre-estabelecido. Se fosse hoje era uma carreata de carros e puxa-sacos.

Carlos Edilio Bernardino Pinto
Carlos Edilio Bernardino Pinto Predios que eu me lembro Lado direito: Sinuca do Sr Luiz Guimarães, Loja do Sr Luizito Leite, Rua Argemiro de Figueiredo, Bar do Elpídio, em um dos imóveis vizinhos funcionava alguns o Café de Dª Maria Pinheiro. Não me lembro dos demais. Nonato Pinto deve se Lembrar.

Maria Rosilma Guimaraes Cavalcante
Maria Rosilma Guimaraes Cavalcante POVO CHIKrsrsrs…..MEU PAI SE VESTIA ASSIM TODO NO LINHO BRANCOrsrsrsrs…….

Edvânia Bernardino
Edvânia Bernardino Ruas largas, que bem poderia ser hoje o centro histórico… E a cidade crescer em outro sentido, sem a destruição do patrimônio arquitetônico, que começou com a destruiçao do mercado público, e da Praça da Matriz, aonde tínhamos um coreto. Não sei como a igreja escapou!

Aldeide Figueiredo
Aldeide Figueiredo Predio tinha o do meu pai que hoje pertence a mim, e o da padaria que era onde funcionava a loteria se não esta lembrado lembre -se

Jorge Rios
Jorge Rios Que rua seria essa ?

Figueiredo da Silva
Figueiredo da Silva boa foto…acho que neste tempo não fazia o calor que faz hj visto que nos dias atuais esse tipo de roupa é impossível usar.

Marcos Maia
Marcos Maia “Não sei como a igreja escapou!” Essa foi boa kkkkk é demolição total.

Jesus Fonseca
Jesus Fonseca Os personagens que conheci já foram descritos por Josinato e Nonato! Edílio, aquele que aparece ao lado direito, na foto, é Zé Barros, não tenha dúvida. Tenho a ligeira impressão de que este, logo ao lado de “Seu” Zé Barros, seja Danúbio. Nonato, tenho minhas dúvidas que aquele que vem vizinho a Danubio, seja Clezinho (Clemanceau), simplesmente, por que esta é uma passeata da Aliança Republicana (UDN e PR), cujos candidatos eram: para Governador Argemiro Figueiredo, para Vice, Renato Ribeiro Coutinho e para Senador Professor Pereira Lira, intitulado na época de Cachimbão. A Aliança Republicana era apoiada, em Itaporanga por Dr. José Gomes, Praxedes da Silva Pitanga, José Barros Sobrinho e vários correligionários. Pelo outro lado, havia a Coligação Democrática Paraibana (PSD, PL, PTB, PSB, PDC), cujos candidatos eram: para Governador, José Américo de Almeida, para Vice, Flávio Ribeiro Coutinho e para Senador Ruy Carneiro. Em Itaporanga, a Coligação era apoiada por Balduino Minervino de Carvalho, Josué Pedroza, razão porque acho que Clemanceau não iria participar de uma passeata dos adversários de seu Avô, Josué Pedroza que era do Partido Libertador, portanto da Coligação. Atenção Nonato – aquele Senhor com a tarja preta no Paletó é Caçula, teu Pai, Sim? A vestimenta branca era a preferida na época, principalmente roupa feita de Gabardine, Caxemira, Linho e Borracha com calçado FOX, preto. Era chique! Aquele Salão à entrada esquerda da Rua Argemiro de Figueiredo, não era de “Seu” Elpídio, Edílio, ele ainda não havia chegado a Itaporanga! Ali funcionava o Café de “Seu” Braz, Pai de Chico, Eurico, avô de nossa amiga aqui do FACE, AUTA GUIMARÃES! Mais quatro casas para frente em direção à Praça João Pessoa, há um casarão com 3 janelas onde sobressai um grande telhado, ali morava Zé Borges e Família, um crioulo de mais ou menos 140 quilos. Na casa, mais tarde, viria morar Jupi e Família, “Seu” Zé Nunes (“Seu” Fela), salvo engano, Nita de Senhor de Inácio e Família, posteriormente derrubada e transformada na Sorveteria de Valter Inácio. Poderia falar mais, mas a matéria já está extensa. Um abraço!

Francisco Alexandria
Francisco Alexandria Parabéns, Jesus Fonseca. Tu és um aquivo de memória.

Raimundo Nonato Pinto Nonato
Raimundo Nonato Pinto Nonato Vc tem razão Jesus, Clezinho ñ ia estar nesse ato público, contra seu avô, interesante foi meu pai q ñ prestei atenção, ele deveria estar de luto, pois estava com um fumo no paletó. o q me chama a atenção nessas fotos antigas, o povo era magro. Ai foi um dos últimos dias de Zé Gomes na política, ai o Pitanga tomou conta. pouca gente de Itaporanga ñ sabe, mas foi Zé gomes q colocou balduíno na política e ambos eram médicos e vizinhos.

Jesus Fonseca
Jesus Fonseca Verdade, Nonas, depois desta campanha, Dr Zé Gomes se retirou para o Rio de Janeiro e não mais voltou à Paraíba, segundo muita gente, decepcionado com a política de seu Estado, principalmente de Itaporanga. Mãe costumava dizer: ” Zé Gomes é um dos poucos políticos de vergonha nesta Paraiba!”. Exatamente, foi Ele quem introduziu Dr. Balduino na Política. Numa matéria que escrevi noItaporanga.Net, no Blog Rainério, intitulada Porque o Nome Itaporanga, eu comento este evento. Esta tarja preta no paletó de teu Pai, deveria ser luto de “Seu” Jeremias, teu avô, Pai de tua Mãe, Hilda, pois ele deve ter morrido mais ou menos por esta época. Um abraço!

Raimundo Nonato Pinto Nonato
Raimundo Nonato Pinto Nonato Zé Gomes foi um dos homens mais educados do estado, relato de livro q li de Zé otávio arruda e a prova q o homem tem mais afilhado do q eleitores. Ab jesus

Jesus Fonseca
Jesus Fonseca Falando em afilhado, há uma estória engraçada. Aquela Rua paralela ao Espaço Cultural em João Pessoa, lado esquerdo no sentido Praia, chama-se Rua José Gomes da Silva. Pois bem, Nitinho (Wilton de Sousa) de saudosa memória, muito brincalhão, quando se referia àquela Rua, dizia, com muito carinho e respeito: Rua “Padim” Zé Gomes!

Joao Dehon Fonseca
Joao Dehon Fonseca Está havendo um pequeno engano essa rua aí é a rua do Tostão, e els estão entrando na atual rua Abdon Gumarães, a rua de Eládio Clementino, próximo a igreja matriz.

Jesus Fonseca
Jesus Fonseca Quisera a Rua do Tostão fosse assim, principalmente em 1950. Esta, Dehon, é a Getúlio Vargas, conhecida, na época, por muitos de Rua do Limoeiro. A Passeata vai entrando na Rua Floriano Peixoto (atual, Ananias Conserva). Se prestar atenção, ver-se-á um recuo, ainda na Getúlio Vargas, onde havia uns quartos nos quais trabalhavam, como sapateiros, Nequinho aquele que mais tarde viria ter um bar), Nazim Santos, tio de Nilvando, Zé de Sousa, um senhor de Boqueirão dos Cochos, radicado em Misericórdia, pai de Boarney. Posteriormente, estes quartos foram demolidos e construido, já dentro do alinhamento da Avenida, um prédio que seria a Alfaiataria de Audízio Pinto, depois, salvo engano o Cartório de “Seu” Irineu e por fim transformado na Loja de “Seu” Zequinha Moura! Lá no fundo, vê o Café de “Seu” Braz (citado na matéria acima), vizinho a este, a Casa de Zezinho Guimarães, em cores cinza e branco, e vizinha à casa de Zezinho, a “bodega” de Zé Aristides. A Rua do Tostão era torta e, na saída para Ábdon Leite (na época, Travessa da Igreja), havia um Chalé, localizado bem atrás do muro da Casa de Paulo Costa, esta situada na Pinto Madeiro.

Rey Auca
Rey Auca Beleza de foto.
Vai para o www.ontemehoje.itaporanga.net

ONTEMEHOJE.ITAPORANGA.NET

Paulo Alves
Paulo Alves Admiro a capacidade de inteligência e memorização de meu caro conterrâneo jornalista Jesus Fonseca, de retratar à memória histórica de nossa querida terra natal! O Sr. é uma verdadeira enciclopédia!

Paulo Alves
Paulo Alves Meu caro Jesus, quem era esse povo, e qual motivo essa passeata?

Joao Dehon Fonseca
Joao Dehon Fonseca Eleição de Argemiro de Figueredo contra José Américo de Almeida.

4 min · Curtir · 1
Paulo Alves
Paulo Alves E quem foi o vencedor?

 

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *