O que quer que seja que perdirdes na prece, crede que o obtereis e vos será concedido ( Marcos, Cap XI, v.24)

TiãoCEJN SEMI 3PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
……………………………………………………………………………
O que quer que seja que perdirdes na prece, crede que o obtereis e vos será concedido ( Marcos, Cap XI, v.24)
((Reynollds Augusto Cabral)

Há mais de dez anos, quando comecei a minha graduação no Curso de Direito, na linda cidade sorriso, Sousa, sofri um grave acidente de moto, que me rendeu um excelente aprendizado: a busca do que é essencial á existência.

Foi um sofrível curso de vida.

Atrasei o curso, na faculdade, e o meu colega hoje, advogado, professor universitário, ERNANY QUIRINO, que dividia o apartamento comigo, certa feita disse-me, em tom de brincadeira, que eu tinha “passado por todas as turmas da faculdade”. Quase me jubilava.

Quase isso. Fiz muitas amizades.

Esse tipo de experiência “queima” o nosso orgulho e a nossa empáfia. E vemos o quanto nós somos frágeis. Depois de meses de reflexões e alguns dias em coma, seguimos o caminho mais firmes e sabendo para onde ir. Somos sempre buscadores e o final é a completude, que não acontece em uns “míseros milhares de ano”. Alguns dias em coma é mais eficiente do que anos e anos de religião.

Ainda bem que somos imortais, instrumentalizados por corpos, em cada etapa da vida, que não cessa, rumo á plenitude. Foi por isso que Jesus, o mestre, já nos disse que para “encontrar o Reino de Deus é preciso nascer de novo”. Reencarnar, para continuar á busca dos reais valores da vida, sem as distrações do caminho. O corpo morre todos os dias, perdendo a sua energia vital e nós, leitor, nem percebemos. Ainda bem.

Muitas orações a meu favor e a oração é força que intercede junto a Deus, nosso Pai. “Ele” não derroga as suas leis, mas dá a cada um segundo as suas obras, nos mostrando que o “o amor cobre uma multidão de pecados”.

Tem gente que pensa que orar não adianta, contestando a eficácia da prece. Dizem que, como Deus é onisciência, seria supérfluo expor as nossas dificuldades. Mas, isso é besteira, pois que, apesar de existirem leis naturais e imutáveis, ás circunstância da vida não estão submetida, tão somente, á fatalidade.

Nossas ações, nossos pensamentos, nossa sinceridade, podem mudar, naturalmente, os nossos destinos. Por isso é bom sempre amar cada vez mais, fazer o bem, de graça, pois eles são nossos advogados naqueles momentos de provas, que passamos. Rico, pobre, negro, branco… depois de uma prova, se prepare para outra. O planeta incita a isso. É atrasado é de PROVAS E EXPIAÇÕES

Está vivo, em minha memória, a imagem sorridente de um “anjo da Igreja Católica”, que lavava as roupas da minha avó, e que todos os fins de semana, caminhava, de joelhos, na capela do Colégio Padre Diniz, pedindo a Deus pelo meu restabelecimento. Foi uma promessa.

Posso vê-la aqui, agora, sorrindo para mim, com seu rosto machucado pelo tempo. Quando voltei do coma, fui agradecê-la. Hoje já está no plano dos espíritos, a nossa próxima parada, queiramos ou não.

Hoje me lembrei de Dona Maria, a minha benfeitora, que como muitos outros amigos, orava para o meu restabelecimento. Essa força alimenta as nossas vidas.

Hoje é terça-feira. Dia de Evangelho em nossa casa. É dia de calar fundo a alma. Silenciar o “zap, zap”, televisão, computador e conversar com o mestre. Reunir a família, tão distraída pelas bugigangas do mundo. A maioria de nós somos escravos da tecnologia e nem percebemos. Vivemos distraídos, do que é essencial. É preciso prestar a atenção, como disse o escritor Espírita Richard Simonneti. Existimos, sem prestar a atenção e não vivemos.

Hoje nós pedimos para que o meu amigo “TIÃO”, cabra feliz, responsável, compromissado, retorne para o nosso convívio em paz e seguindo sempre rumo à luz. Ele ama muito, sempre fez o bem e o amor e o bem serão sempre nossos advogados perante a vida. Queremos vê-lo sorrindo, ao nosso lado, por mais algum tempo.

FORÇA “TIÃO”, estamos contigo!

Leave a Comment

Filed under Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *