Parabéns Oficial de Justiça

1Oficial de Justiça
PARABÉNS OFICIAL DE JUSTIÇA!

……………………..……………………..……….
Hoje é o dia do Oficial de Justiça
(Reynollds Augusto) 

O Estado para se movimentar, cumprir o seu papel junto ao seu povo, necessita imprescindivelmente de agentes, que são pessoas, selecionadas por suas regras, para fazer com seja aplicada à vida prática as conquistas constitucionais, que são o espírito do Estado Democrático de Direito.

Em sentido geral todos são servidores públicos, do gari ao Presidente da República, pois tem o objetivo de fazer acontecer as demandas desse mesmo povo, servindo-o, sendo elemento essencial do Estado e o principal motivo da sua existência.

Especificamente existem os agentes políticos que estão no topo dessa grande pirâmide administrativa, que são os detentores de cargos eletivos, do executivo; como, também, os juízes e os membros do Ministério Público, por seus objetivos próprios, chegando a esses cargos por méritos pessoais, da forma mais honesta e séria que é a submissão a Concurso Público, sendo regra constitucional.

Claro que existe a degeneração, sempre maquinada pelos outros agentes políticos, para tentarem burlar a lei e colocarem os seus apadrinhados nos seus quadros. É a politicagem, na verdadeira política.

Dentro desse enorme organismo de ficção, há a figura do Oficial de Justiça, um agente administrativo, servidor público, que é um materializador dos despachos, decisões judiciais as mais diversas e que faz chegar ao jurisdicionado a justiça, feita pela JUSTIÇA, nas suas demais feições. É sempre o emissário de boas ou más noticias, sendo, em muitas vezes, a primeira porta do judiciário que o jurisdicionado experimenta.

Além de exercer funções atípicas, digamos assim, pois quase sempre se transforma em psicólogo, participando dos dramas humanos; sendo, também, detetive, olheiro e até “ouvidor”; um fiel advogado dessa mesma Justiça, por vezes mal interpretada pela pessoa comum. Alem ser as pernas e os ouvidos do juiz, que é um “instrumento” constitucional que serve ao povo.

O Oficial de Justiça é tudo isso e muito mais. E nesse dia, especial, quero parabenizá-lo. Uma “peça” fundamental do sistema judiciário. Cumprimento os meus valorosos colegas da justiça comum e especial, onde quer que se encontrem, que sempre se deslocam aos lugares mais inimagináveis possíveis, sem a certeza da volta, tendo apenas como proteção a presença de Deus e o bom senso para que a sua vida não seja ceifada por incompreensões humanas.

Hoje é o nosso dia!

E VIVA O OFICIAL DE JUSTIÇA

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

O Homem de Bem

20170107_201209
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO.
…………………………………………………………………………..
O Homem de Bem
( Reynollds Augusto)

Sabe leitor, o estudo do evangelho de quinta, no Centro Espírita Jesus de Nazareth, foi por demais interessante.

Estudamos aquele capítulo do evangelho que trata do homem de bem, como também, a questão 918, de O LIVRO DOS ESPÍRITOS, que se refere ao mesmo tema.

Você já é um homem de bem, leitor ?

A proposta de Jesus, o de Nazaré, que está contida no evangelho , trata disso:

“O verdadeiro homem de bem é aquele que pratica a lei de justiça, de amor e caridade, na sua maior pureza. Se interroga a sua consciência sobre os próprios atos, pergunta se não violou essa lei, se não cometeu o mal, se fez todo o bem que podia, se não deixou escapar voluntariamente uma ocasião de ser útil, se ninguém tem do que se queixar dele, enfim, se fez aos outros aquilo que queria que os outros fizessem por ele.

Tem fé em Deus, na sua bondade, na sua justiça e na sua sabedoria; sabe que nada acontece sem a sua permissão, e submete-se em todas as coisas à sua vontade.

Tem fé no futuro, e por isso coloca os bens espirituais acima dos bens temporais.

Sabe que todas as vicissitudes da vida, todas as dores, todas as decepções, são provas ou expiações, e as aceita sem murmurar.

O homem possuído pelo sentimento de caridade e de amor ao próximo faz o bem pelo bem, sem esperar recompensa, paga o mal com o bem, toma a defesa do fraco contra o forte e sacrifica sempre o seu interesse à justiça.
Encontra usa satisfação nos benefícios que distribui, nos serviços que presta, nas venturas que promove, nas lágrimas que faz secar, nas consolações que leva aos aflitos. Seu primeiro impulso é o de pensar nos outros., antes que em si mesmo, de tratar dos interesses dos outros, antes que dos seus. O egoísta, ao contrário, calcula os proveitos e as perdas de cada ação generosa.

É bom, humano e benevolente para com todos, sem distinção de raças nem de crenças, porque vê todos os homens como irmãos.

Respeita nos outros todas as convicções sinceras, e não lança o anátema aos que não pensam como ele.

Em todas as circunstâncias, a caridade é o seu guia. Considera que aquele que prejudica os outros com palavras maldosas, que fere a suscetibilidade alheia com o seu orgulho e o seu desdém, que não recua à idéia de causar um sofrimento, uma contrariedade, ainda que ligeira, quando a pode evitar, falta ao dever do amor ao próximo e não merece a clemência do Senhor.

Não tem ódio nem rancor, nem desejos de vingança. A exemplo de Jesus, perdoa e esquece as ofensas, e não se lembra senão dos benefícios. Porque sabe que será perdoado, conforme houver perdoado.

É indulgente para as fraquezas alheias, porque sabe que ele mesmo tem necessidade de indulgência, e se lembra destas palavras do Cristo: “Aquele que está sem pecado atire a primeira pedra”.

Não se compraz em procurar os defeitos dos outros, nem a pô-los em evidência. Se a necessidade o obriga a isso, procura sempre o bem que pode atenuar o mal.

Estuda as suas próprias imperfeições, e trabalha sem cessar em combatê-las. Todos os seus esforços tendem a permitir-lhe dizer, amanhã, que traz em si alguma coisa melhor do que na véspera.

Não tenta fazer valer o seu espírito, nem os seus talentos, às expensas dos outros. Pelo contrário, aproveita todas as ocasiões para fazer ressaltar a vantagens dos outros.

Não se envaidece em nada com a sua sorte, nem com os seus predicados pessoais, porque sabe que tudo quanto lhe foi dado pode ser retirado.

Usa mas não abusa dos bens que lhe são concedidos, porque sabe tratar-se de um depósito, do qual deverá prestar contas, e que o emprego mais prejudicial para si mesmo, que poderá lhes dar, é pô-los ao serviço da satisfação de suas paixões.

Se nas relações sociais, alguns homens se encontram na sua dependência, trata-os com bondade e benevolência, porque são seus iguais perante Deus. Usa sua autoridade para erguer-lhes a moral, e não para os esmagar com o seu orgulho, e evita tudo quanto poderia tornar mais penosa a sua posição subalterna.

O subordinado, por sua vez, compreende os deveres da sua posição, e tem o escrúpulo de procurar cumpri-los conscientemente. (Ver cap.XVII, nº 9)

O homem de bem, enfim, respeita nos seus semelhantes todos os direitos que lhes são assegurados pelas leis da natureza, como desejaria que os seus fossem respeitados.

Esta não é a relação completa das qualidades que distinguem o homem de bem, mas quem quer que se esforce para possuí-las, estará no caminho que conduz às demais”

E para reforçar estudamos a questão 918 de O LIVRO DOS ESPÍRITOS , que trata das características do homem de bem .

Uma noite de aprendizado.

É fácil seguir Jesus, leitor.

Né não?

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

A Lei de Sociedade

1P Nisso e DireitoPENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PESANDO DIREITO.
………………………………………………………………………………….
A Lei da Sociedade
( Rey Auca)
 
Sabe leitor, existe uma lei de Deus e que é resultado da sua lei maior, a lei de causa e efeito, que é A LEI DA SOCIEDADE.
 
Fomos criados para viver em sociedade, aprendendo um com o outro e dependendo, pois todo mundo depende de todo mundo.
 
Né não?
 
Não se apoquente não, pois a causa de tudo, com atributos de perfeição, onisciência e onipotência, não cochila e “tudo está certo”
 
Segundo os imortais e isso está na questão 766 de O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Deus fez o homem para viver em sociedade, não lhe dando inutilmente a palavra e todas as faculdades necessárias á vida de relação.
 
A sociedade melhora com o melhoramento do indivíduo e por conseqüência o Estado. Estamos em tempo de depuração e a Rede Mundial de Computadores está nos ajudando a perceber a hipocrisia dos nossos agentes políticos. Isso é bom. Estamos evoluindo, todos revoltados com todo esse estado de coisas, que sempre existiu e que a lava-jato vem tirando o véu.
 
Até compreendemos a emoção de alguns dos nossos, em pele. Isso faz parte do processo democrático. Mas o fenômeno precisa ser “bivalente” e não apenas mono. É claro que uma coisa não elimina a outra e que precisamos depurar esse Brasil tão sofrido, nas mãos daqueles que não representam o interesse do povo e, quase sempre, os seus
.
Por isso é bom participar, opinar, discutir, sem agredir. A agressão implica a imaturidade do cidadão, que não podendo argumentar, dispara lixos mentais para todos os lados. E principalmente, entender a posição do outro. A verdade tem várias vertentes, no fim, o povo, o dono no poder, decide. Não tem jeito.
 
Esse fenômeno evidenciado demonstra o quanto estamos doentes, pelo menos uma grande parte do organismo, pois a outra, e a sua maioria, composta por homens e mulheres de bem, fazem o melhor pelo Brasil e dão o melhor por essa nação. É que o mal faz uma zoada danada e o bem é tímido.
 
Mas, Deus está conduzindo essa Nau. Não se engane. Depois de essa tempestade vamos seguir mais seguros.
 
Lavemos a alma, a consciência, as ações, a cidadania, para que o brilho da esperança volte a reinar.
 
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Tocando em Frente

20170318_201503
Tocando em Frente

(Reynollds Augusto)

Sabe  leitor, essa semana eu vi uma entrevista na Rede Cultura do cantor  do cantor Almir Sater, confidenciando a saudosa Inezita Barroso,  que a música TOCANDO EM FRENTE, foi uma inspiração do alto, tendo vindo quase instantaneamente, melodia e letra, quando estava visitando o seu amigo e também compositor  Renato Teixeira.

Espie leitor> https://youtu.be/tASOEbSqnTg

Eu não tenho dúvidas!  A letra é  espiritual e, por assim, dizer espírita e por conseqüência cristã, pois trata da vida, da maturidade, da felicidade, da reencarnação e tudo mais, vale a pena escutá-la. Eu resolvi realizar um trabalho em cima dessa música, ontem, no Centro Espírita Jesus de Nazaré, de Itaporanga. Convidei o meu amigo NEANDER, da cidade de Ibiara, para cantá-la e não é que ele veio mesmo!  O homem canta e toca como ninguém.

Foi uma noite de festa. Está gravado e vou levar a reunião ao ar segunda, dia 20, dia do “meu Padim Padim  Ciço, na Radio Boa Nova de Itaporanga, pelas 17 horas. Não seja besta de perder leitor. http://www.radios.com.br/aovivo/radio-boa-nova-879-fm/31336

Depois da reunião eu fui, com a minha família, à São José de Caiana apreciar a festa do Padroeiro  São José. Notei que  não tem nada de crise,  galinha sendo arremata á R$ 600, seiscentos reais, de um marido que presenteou á sua esposa. Tá certo! Bom para a Igreja. Na realidade, não se compra uma  galinha por esse preço . Os nossos irmãos católicos doam à Igreja para os seus projetos. Isso  é interessante e eles são generosos.

Quando Jesus disse que “não creais em todos os espíritos, mas observai de eles são de Deus” é preciso decodificar a expressão. Na verdade todos os espíritos são de Deus, pois ele é a causa de tudo, mas nem todos os espíritos estão “atenados  com a verdade e o bem.  Usam os seus livres arbítrios para desequilibra a ordem. Os espíritos que não são de Deus, por assim dizer, são aqueles que ainda não despertaram para a verdade e o amor.

Eu tenho certeza que essa música, inspirada, psicografada, por Renato foi de um “Espírito de Deus”, ou seja, de uma mente preparada, que aproveitou o sucesso e a  popularidade desses dois “monstros” da música camponesa para falar à humanidade.  Eles sempre fazem isso.

Uma noite feliz!

Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais

Hoje me sinto mais forte
Mais feliz, quem sabe
Só levo a certeza
De que muito pouco sei
Ou nada sei

Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
E ir tocando em frente

Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou

Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Todo mundo ama um dia
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora

Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir

Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais

Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

“Não Pertença ao Mundo”

1P Nisso e DireitoPENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO.
………………………………………………………………………………………………….
“Não Pertença ao Mundo”
(Reynollds Augusto)
 
Sabe, leitor, há uma proposta evangélica e transcendente que indica que nós devemos “ser do mundo , sem pertencer ao mundo”. É que não somos daqui. Somos espíritos imortais estagiando por essas bandas.
 
Né não?
 
É preciso ter visão ampla, senão ficaremos sempre circunscritos ás nossas “mediocridades,” pensando ser aquilo que exercemos e isso é um perigo. São papeis sociais, temporários, pois aqui ninguém vai ficar.
 
Quando nós nos mergulhamos muito no universo social perdemos sempre o foco da essencial da vida e vamos seguindo ligados, em sua maior parte, à ilusão. Sabemos que viver em sociedade é um das leis da natureza, para que possamos progredir, dizem os imortais, mas que essa mesma sociedade só cresce quando o indivíduo cresce.
 
É como disse Gandhi, outro grande: ´É preciso realizar em nós a mudança que queremos para o mundo. “
É por isso que eu procuro não deixar de ir ao nosso Evangelho das quintas feiras, no Educação dos Sentimentos, no Centro Espírita Jesus de Nazaré , de Itaporanga, sempre ás 20 horas, alí, por trás da igreja católica e que trabalha sentimentos , sempre monitorado por mulheres inteligentes e de valor, nos permitindo que aprendamos a pensar. É uma terapia. Um grupo pequeno, mas importante.
 
É uma maneira de não perder o foco, como diz um médico do coração, que não perde o encontro e que tem conhecimento doutrinário em torno da vida.
 
Agora eu entendo porque Jesus disse que o seu “julgo é leve e que seu fardo é suave”. Ainda somos escravos da ilusão. As nossas ilusões pesam muito e ás vezes tornam-se até insuportáveis.
 
Tudo isso me fez relembrar aquela dica do espírito SHAOLIN, que está no excelente livro “ AVE LUZ”, psicografado por João Nunes Maia:
 
“ A libertação da humanidade e de um povo, na profundidade do termo, depende muito, mas muito, da libertação individual. Por enquanto vivemos nos ensaios, e nestes ficaremos milênios, para aprendermos a verdadeira libertação. Livres são aqueles que começam a amar a verdade. “
 
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO.
 
NÉ NÃO?

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

O Direito de Deus

1P Nisso e DireitoO Direito de Deus

( Rey Auca)

Sabe leitor, nós aprendemos na academia que a expressão “Direito” é um termo polissêmico, ou seja, tem vários sentidos.

Basicamente, no universo social,   são normas e princípios  que indicam a melhor maneira do cidadão se comportar na relação com o outro. Sem ele a vida seria um caos.

Mas, há um Direito anterior, estabelecido por Deus e que é tão perfeito quanto o próprio, regendo as nossas vidas, a cada segundo, nos permitindo experimentações as mais diversas, com base da lei maior de “causa e efeito” e que nos impõe “penalidades “naturais para a reeducação.

“Não sairás daí, (do Planeta Terra), enquanto não pagares o ultimo ceitil”  ( Jesus)

Não se engane leitor, nós não somos apenas essa pessoa, com esse RG, com esse CPF, com essa posição social. Isso representa uma faceta da nossa individualidade, que é o espírito, que somos nós, experimentando papeis sociais, temporários, rumo ao progresso interior sem fim, pois somos imortais rumo á plenitude.

Esse esquecimento é temporário.

É profundamente errado dizer: O meu espírito. O certo é sim afirmar:  o meu corpo. Eu sou um espírito que   tem um corpo e não um corpo que tem um espírito.

Entendeu leitor?

Há uma ordem natural que rege as nossas vidas, sendo por isso que as nossas vidas cabem certinho a cada um. Desafios, problemas, soluções, alegrias, dores, erros, acertos e tudo mais, é  o resultado do que pensamos e fazemos.  E tudo isso para que possamos depurar o espírito, que é imortal, rumo à plenitude, que as religiões chamam de “Salvação”.

A reencarnação, é a volta do espírito ao plano material  para se reajustar.  Quem disse isso foi Jesus: “Ninguém poderá ver o reino de  Deus, se não nascer de novo”, Tá lá em João, 3. Espie leitor.

Céu e inferno são estados interiores e não lugares geográficos, pois “ O Reino de Deus está dentro de vós”  e o inferno também. Por isso é preciso entender o que é a vida para ser tão feliz quanto o planeta permita, pois Jesus disse, que a “ a felicidade não é deste mundo”.

Né não leitor?

PENSE NISSO!MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO

 

 

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

A Natureza se Regenera

Comarca 01

A Natureza se Regenera
( Reynollds Augusto)

Sabe leitor, os cientistas dizem que a nossa morada, o planeta Terra, tem perto de, aproximadamente , dez bilhões de anos e isso é certo. Nada de apenas seis dias, com descanso no sétimo, por Deus. Isso é simbolo. Esses dias representam bilhões de anos, que em comparação à eternidade é nada. Aliás o que é o tempo, que nem existe?

Essa que é uma astronave linda, planeta água, beleza jamais vista, que viaja o cosmo sustentando sonhos, alegrias e felicidades, como também as misérias humanas, que são conseqüências do homem orgulhoso e egoísta, que não sabe o que é viver.

Existir é fácil. Basta respirar, comer, dormir e fazer sexo. Viver é bem mais. Você come, bebe, dorme, faz sexo, também, mas pensa. Penso, logo vivo, parodiando o Frances: “Cogito, ergo sum”. Penso, logo existo.

Não é por menos, obra de Deus, “ a inteligência suprema do Universo, causa primária de todas as coisas”, dizem os imortais. Alias uma conceituação científica da causa de tudo, diferentemente desse “deus” pregado por grande parte das religiões que minimizam a grandeza de algo inalcançável por nossa racionalidade.

Ainda somos “feras”. Né não?

Sempre fica um pouco do autor em sua obra. E como a obra é efeito, a causa é bem mais completa. É Deus, Alá, Iavé, O Grande Arquiteto do Universo, ou sei lá mais o que. É a causa de tudo que existe, pois o nada não cria nada. “Inteligência suprema do universo, causa primária de todas as coisas”, conceituação mais aproximada da realidade.

O Oficial de Justiça é uma espécie de materializador das decisões judiciais, senão o único, o principal. É ele que leva a justiça á comunidade, que faz real o que se encontra na tese. Eu digo que são as pernas, os olhos e os ouvidos do juiz. É ele que traz para o processo a realidade pujante da vida dinâmica da sociedade. É ele que norteia esse agente político, o magistrado, responsável pro distribuir justiça, a procurar implementá-la com a “certeza” da verdade real, pois nem sempre o processo a retrata com fidedignidade. Daí a importância de o Oficial de Justiça ser alguém compromissado.

Há alguns meses eu estava desolado com o nosso lindo sertão. Triste, seco, feio, sem água. Os animais morrendo. Acho que essa foi a maior estiagem que já experimentamos. Parecia que tinha caído uma bomba nuclear por essas bandas. É exagero, leitor.

Para se ter uma idéia o açude Coremas Mãe da água, o mar de água doce no sertão quase secou. A chamada “turbina”, lugar de alegria, parou de correr água. Nunca se vira isso. O nosso “cachoeira” dos Alves foi a “Nocaute”, a ponto do Governo do Estado construir uma adutora da cidade de Nova Olinda para Cá. Ela que está sendo objeto de interesses políticos. Os erros, que são muitos, estão sendo evidenciados, mas corrigidos e á água está chegando, não como, ainda queríamos, mais está. Faltam os ajustes. Até lá vai ser “filé” político. Tenho pena do governador. Mas, o povo tá mais esperto e vê o que esta por trás das entrelinhas. Mas, é preciso cobrar. O certo é o perfeito, o imperfeito é errado.

Hoje quando vou às diligências dá até gosto em trabalhar, mesmo sendo emissário de más noticias. Mas, de boas também. Deus está pintando o meu sertão de verde, um verde diferente, um verde que só o sertão tem, depois de ter “morrido” por um tempo.

Termino com o nosso conterrâneo Saulo Lacerda. Um polivalente. Cantor, professor, bacharel em Direito e excelente Poeta:

Renascendo

Tudo que é vivo agradece
Aos céus, em forma de prece
Pois, essa água que desce
Lá da nuvem, em borbotão
Faz renascer fauna e flora
E a Caatinga revigora
Mandando a seca ir embora
Por ordem da Criação!

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO

 

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Esta coluna é bíblica e, por consequência, torna-se espírita

José Reis Chaves

Esta coluna é bíblica e, por consequência, torna-se espírita

Alguns anti-espíritas atacam a doutrina espírita como se o conteúdo dessa coluna fosse somente espírita. Mas ela é principalmente bíblica, daí as suas frequentes citações da Bíblia. Aliás, foi pela Bíblia cheia de fenômenos mediúnicos ou espíritas que este colunista chegou à doutrina dos espíritos codificada por Kardec, “o bom senso encarnado”. E diga-se, de passagem, que o espiritismo, o Consolador prometido por Jesus, vem minando os alicerces do materialismo e fortalecendo o cristianismo.

Kardec BíbliaEm atenção aos comentaristas dessa coluna no portal O Tempo, retornamo-nos à matéria “Os originais bíblicos não dizem ‘o’, mas ‘um’ Espírito Santo”, de 27.2.2017, cujo assunto já foi muito falado em outras matérias dessa coluna. Mas a postagem de um irmão evangélico pode ter deixado outros leitores confusos. Então, vamos reexplicar o assunto da citada coluna.

No grego só existe o artigo definido (“ho” ou “to”) que aparece normalmente nos textos gregos bíblicos. Mas quando se trata do artigo indefinido “um”, como ele não existe na língua grega, é óbvio que ele não pode aparecer nos textos bíblicos. Dizendo de outro modo, quando nos textos bíblicos não existe o artigo definido “o” (“ho” ou “to”), é porque se trata da existência do artigo indefinido “um”, que não aparece diante de um substantivo grego, exatamente, porque ele não existe nessa língua, mas ele existe em português, e assim, ele deve constar das traduções para a nossa língua. E jamais se deve colocar o artigo definido no lugar dele. Exemplo: “pneuma agion” (espírito santo). Como não existe na frente de “pneuma” o artigo definido (“ho” ou “to”), é porque se trata do artigo indefinido (“um”), mas por ele não existir em grego, ele não aparece. Porém, no português, esse artigo indefinido “um” existe e deve, pois, ser colocado, ficando assim, pois, a tradução de “pneuma agion”: “um espírito santo”, e não “o Espírito Santo” trinitário, que respeitamos, mas discordamos dele por estar errado. E o irmão nosso evangélico de que já falamos mantendo seu nome oculto, diz o seguinte para outro comentarista que entendeu bem o conteúdo da matéria: “Nada disso, meu amigo, no original grego de Lucas 1: 15 não existe artigo algum, daí a ‘indeterminação’…! Colocou ‘um espírito’ por quê…? Não existe ‘um’ espírito santo em Lucas 1:15..!!!”.

Acontece que a ausência do artigo definido (“ho” ou “to”) no texto grego é justamente para expressar mesmo a ideia de “indeterminação” do substantivo grego “pneuma” (espírito), “indeterminação” essa que, em português, se expressa exatamente com o artigo indefinido “um” diante do substantivo indeterminado, isto é, que não define qual é o espírito! Portanto, a tradução de Lucas 1:15 por “cheio do (de o) Espírito Santo” é erro crasso. A correta é “cheio de um espírito santo”, já que não há em grego o artigo definido. Alguns tradutores demonstrando dúvida dizem “cheio de Espírito Santo”.

Esse lamentável erro milenar em defesa do dogma da terceira pessoa da Santíssima Trindade, que temos abordado à saciedade, é difícil de ser percebido pelo povo simples que não tem um melhor conhecimento do assunto e muito menos ainda do grego. Mas os teólogos sabem do que estamos dizendo, e por uma questão de consciência, eles devem lamentar também essa adulteração da Bíblia, mesmo que em silêncio!

PS: “Presença Espírita na Bíblia”, com este colunista, na TV Mundo Maior (parabólica e www.tvmundomaior.com.br).

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

E o Poeta Tá Feliz

1poesias-do-alto
E o Poeta Tá Feliz

(Reynollds Augusto)

Sabe leitor, um dos grandes,  Jesus, o de Nazaré, que já passou por essas bandas,  já dissera que são  pelos frutos que se reconhece a  árvore, pois quando o fruto é bom, a árvore é boa. Tá certo.

Falou, também, que há outras ovelhas que não são   do seu aprisco, mas   que também são filhas de Deus, o seu Pai, o nosso Pai.

É que a nossa  busca é a verdade e ela está disseminada pelas culturas, como as mentiras também.  Jesus, considerado o governador espiritual do planeta Terra, antes de vir à  Terra, uma só vez, mandou também antes missionários como Moisés, Buda, Sócrates… para preparar o caminho e ajudá-lo na dispersão da ignorância que ainda persiste na  Terra. Mas, já foi pior.

Uma verdade, que não se cala, é que somos seres imortais, usando corpos mortais às etapas de aprendizados, que não tem fim. Que os espíritos desencarnam (quando o corpo morre) no tempo certo – ou não- e continuam as suas vidas imortais,  até á plenitude, que as religiões chamam de “salvação”.

PENSE NUMA FADIGA”!  Brincadeira leitor. Pense numa certeza. O certo é que “nenhuma das ovelhas do meu Pai se perderá”. Nenhuma mesmo.

Nós temos um vinculo espiritual e emocional dos com os  fazem o Centro Espírita Jesus de Nazaré da cidade de Catingueira. “A  Casa de Jesus que respira poesias”.  Doutor Fernando Loureiro, Eduardo Maia, Lúcia, a intérprete do poeta, Tião, a sua mãe,   Agenor e suas  inteligentes e belas filhas,  Ategmaria…

O Poeta há muito tempo atrás foi o responsável pelo encontro de dois amigos, separados pelas conjunturas da vida. Conheci Eduardo Maia depois de uma comunicação espiritual que nos uniu. Ele Não sabia onde ficava  Itaporanga e veio ao meu encontro, sô. Um “morto” fazendo reencontrar dois amigos. Parece coisa de doido. Reencontramos-nos. Reforçamos  a nossa amizade.

Imagine você estando em casa, na rua, na fazenda ou em qualquer lugar e de repente começa a surgir idéias estranhas ao seu mundo intimo,  pela mente. Poema, versos, cada vez mais freqüentes e inexplicáveis com uma métrica perfeita e  racionalidade e coerência espantosas. Um ímpeto quase indominavel de escrever, mas  com idéias,  pensamentos, totalmente destoantes  do   seu aculturamento.

Era isso que estava acontecendo com a minha amiga Aurelúcia Gomes, da cidade de Catingueira.  Ela, pensando está ficando louca, procura o médico Fernando Loureiro para se tratar e ele fica maravilhado com os poemas. Diz-lhe que não se trata de doença e que ela era “médium”. A partir desse momento e com a maturidade,  formaram um grupo, com a ajuda do Eduardo Maia, surgindo o Centro Espírita Jesus de Nazaré.  Dois Livros Publicados: Evangelho em Rimas  e  o último  “Poesias do Alto”., Quase no prelo “Rimas celestiais” e hoje, ou melhor sábado, o poeta espiritual já começou outro , que trouxe como Título: “Espiritismo ,Flor de Esperança da Humanidade “ com base no Evangelho do Mestre.  

Foi uma noite feliz:

Psicografa ele:

“ Amigos amados

É inenarrável  a minha alegria em ver este grupo coeso e unido. Interessado em trabalhar para Jesus. Saibam que quando Deus  percebe a boa vontade  dos homens a ajuda do alto se concretiza. “Especialmente  hoje estou muito feliz, depois de consultar a disponibilidade da médium resolvi escrever a minha 4º obra intitulada “ ESPIRITISMO, FLOR DE ESPERANÇA”DA HUMANIDADE”, baseada no Evangelho do mestre e visto sob a ótica do Espiritismo.  E seria injusto  começar essa obra  sem falar  de Kardec e da Codificação ,por isso a primeira mensagem dessa obra é dedicada a Allan Kardec ,como gratidão pelo grande bem que fez á humanidade .

                                                                         Um Amigo   Poeta

                                                                                    11.03.2017

Kardec e a Codificação

 

Kardec era de origem Francesa

Nos arquivos está escrito

Foi ele que descobriu a beleza

Da Doutrina dos Espíritos.

E codificou a Doutrina

Com ajuda espiritual

E é  ela que nos ensina

Que o Espírito é imortal.

E fala da matéria perecível

Que vai para a ultima morada

E de um espírito invisível

Que segue a sua caminhada

E o Espírito de Verdade

Lhe passou essa lição:

De que “ Fora da Caridade

Não haverá salvação.

* Poema Recebido pela Médium MARIA AURELUCIA GOMES

Na noite de 11 de março de 2017

Pense Nisso! Mas Pense Agora Mesmo

 

 

 

 

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Tudo é Egoísmo

BOM DIA MEUS CHEGADOS!
VAMOS PENSAR NISSO!
MAS, VAMOS PENSAR AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO
………………………………………………………………………………….
Tudo é Egoísmo
(Rey Auca)

Essa semana, na cidade de Itaporanga, nós participamos de um excelente seminário em torno da Educação dos Sentimentos, com companheiros da Federação Espírita Paraibana. Foram dois dias de reflexão e muita alegria, com amenidades e bate-papo saudável.

Revi o meu amigo Carlos Alberto, o “Naco”, um professor de educação física, que sabe das coisas. Um artista por natureza e que tem Jesus no coração. Mas sem o Pieguismo e fantasias das religiões, compreendendo o código de vida do mestre, que se fosse tirado das bocas e vivenciado promoveria á sociedade o equilíbrio necessário á melhor convivência saudável.

Ao seu lado duas grandes mulheres, Rebeca, que tem um sorriso e alegria que não é desse mundo e que pensa com muita lucidez e Nízia, que compreende o papel do Consolador Prometido para a educação da sociedade. Foram dias de muita alegria.

Um destaque interessante e que, talvez, seja a principal mazela da sociedade é o egoísmo, pai do orgulho e que promove a maior sorte de desatinos no seio social.

Se o leitor apreciar bem verá que ele é o causador de quase todos os desequilíbrios. Essa a grande chaga social, produto da deseducação do que é a vida, causando dor e ilusão e que abrange a coletividade.

O Estado ainda não aprendeu a educar que é muito mais do que instruir, aprender matemática, português, historia, física, direito, medicina, engenharia… e tudo mais. Educar é “forjar” valores, preparar o homem de bem, para a boa convivência.

Eu fiz um link com a atual conjuntura política do nosso Estado. Vivemos momentos dramáticos. Ou sempre vivíamos é que agora o véu foi levantado. Ainda bem! Para que possamos tomar o remédio, pois , segundo Jesus, “é necessário que haja escândalos, mas ái daquele por quem o escândalo venha”.

Entendeu leitor?

Questão 811 de O Livro dos Espíritos: Combatei o egoísmo, que é a vossa chaga social, e não corrais atrás de quimeras.”.

Educar a razão, sempre aprendendo, sabendo; e o sentimento, qualificando-o com a compreensão do nosso papel nessa vida que logo passa, mas que, também logo segue devido a nossa imortalidade.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO, PENSANDO DIREITO.

Image may contain: 4 people, people smiling, people standing and shoes

Leave a Comment

Filed under Uncategorized