É Noite de Forró. Ou Não?

É Noite de Forró. Ou Não?

(Rey Auca)

 São Pedro IINada fica para permanecer leitor e o dinamismo da vida é resultado da lei do progresso.

Jamais um dia será igual ao outro, mesmo que parecido. É que nada de se repete e a mudança é dinâmica existencial. Cada dia uma nova oportunidade, cada oportunidade um recomeço e isso até o fim dos tempos que, na verdade, não existe. O tempo existe, sem existir. É relativo, como disse Einstein. Todos somos individualidades imortais, usando corpos, instrumentos, com prazo de validade e que morre a cada dia. Tem gente que se “abestalha” e vai antes. Todos na contagem regressiva.

 Foi por isso que Jesus disse que “a cada dia o seu mal”. E replico, e seu bem também.

Apesar de o planeta Terra ser atrasado, pela condição psíquica de seus habitantes, ele nos propicia momentos de felicidades, não “a felicidade”, pois ainda não temos condições de senti-la, mas podemos ser tão felizes quanto o planeta permita, disseram os imortais. Vez por outra é preciso nos distrair, rever lugares, familiares, pessoas, mudar a rotina, dançar forró. Parodiando o sambista: “quem não gosta de forró, bom sujeito não é”.

 PegadãoO danado é que em época da festa do forró estão misturando outros ritmos. É meio estranho, mas a garotada gosta. São outros tempos. Foi o que aconteceu em Itaporanga. Tem uma tal de “sofrência” que a minha garota de oito anos sabe que “é uma peste”. Ontem, em Itaporanga, cantaram uns tais de “Pedrinho Pegaçao” e “Jonas Esticado”. A pegada foi boa e com muitas luzes, efeitos. Isso para juventude, pois ainda só me animo com os tradicionais forrós das “noites de São João”. Eles esticaram até o dia raiar. É que é o tempo dessa meninada bonita. Já eu, voltei para casa quando o “Pedrinho Pegação” começou a tocar. Um jovem cheio de energia, mas o ritmo não conseguiu me pegar.

 Antes, á tarde, fui rever familiares, que sempre vem à Itaporanga para recarregar as baterias. É que a terra onde nascemos está enraizada no íntimo e retornamos, não pela festa em si, que já não é mais a mesma e sim pela importância de colocar os pés no palco inicial de nossa historia, do começo de tudo. Tem gente que até chora. É que estamos sempre nos despedindo e esse contexto, de cada um, jamais se repetirá. Foi por isso que o “bíblico” disse, que “só se morre uma vez”. E é verdade leitor, você com esse CPF, esse RG, esse título de eleitor só morre uma vez e enterrado com as suas ilusões. Ficam as lembranças

 Tinha “pouca” gente na rua. E deu até para dançar bem. É que é inicio de semana e a turma ainda está trabalhando. Hoje vou para “Cachoerinha” dançar forró de verdade, típico, isso me anima. A família estará presente e hoje, com certeza, vou “pegar o astro rei com as mãos”. É que dançar forró faz bem á alma e ao coração.

 E VIVA SÃO PEDRO!

 PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

 www.pensenisso.itaporanga,net

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Sejamos Todos “Pedra” e Façamos Amizades

PENSE NA PEDRA. E TAMBÉM NA AMIZADE

…………………………………………………………………………..

 Sejamos Todos “Pedra”e Façamos Amizades

                                                            (Reynollds Augusto )

vandeiltonNa vida é preciso que todos nós sejamos “pedra”, fortes, destemidos, procurando atingir as nossas metas. Foi por isso que Jesus um dos maiores, que já veio a esse “orbe” ,disse que todos nós “somos deuses”. Mas, com “d” minúsculo.

É preciso vencer os desafios, que são obstáculo propostos pela vida à nossa evolução, “salvação”, como dizem algumas religiões, mas que não são impositivos são consequências do que pensamos e do que fazemos. Todo mundo tem a vida que merece e passa pelas provas e expiações que têm que passar, rumo à plenitude, disso ninguém de esquivará. “ A cada um segundo às suas obras”, disse Jesus e ainda podemos acrescentar e “segundo ás suas omissões”.

CantandoOntem eu fui ao Centro Espírita Jesus de Nazareth participar de mais uma reunião Pública Doutrinária, ou reunião espiritual. Os expositores foram o jovem Itauã Ramalho e Vandeilton Tobias, que falaram sobre os desafios de Pedro, a quem o mestre tanto confiava e que o negou três vezes , pela sua fragilidade , mas que depois deu a sua vida para o bem do evangelho, chegando ao ponto de deixar-se ser crucificado de cabeça para baixo, pois não se achava merecido se morrer como o mestre.

PENSE NUMA DOR!

Estava com saudades, pois a casa espírita é uma “Universidade do Saber Humano”. É que fomos visitar os nossos amigos e irmãos do coração, Léo e Inês. Os “galegos dos “óis azuis” . Estávamos com uma saudade da peste e fomos dançar forró em SUMÉ e ainda de quebra fomos a MONTEIRO. Duas belas cidades. Dois dias de muita alegria e felicidade. O danado é que fui pela “praça do meio do mundo” , por segurança” e rodei muito. Acionei o GPS do Celular e voltei por TEIXEIRA e ficou perto demais. Mas, conhecemos outras “geografias”.

 20160624_175356Nós Conhecemos Léo e Inês quando o maridão veio a Itaporanga assumir um cargo no Cartório Eleitoral. Publicação mo diário Oficial da União, o “cabra” inteligente não pensou duas vezes , casou-se com a sua então namorada Inês e os dois viajaram para Itaporanga, para experimentar novos desafios. O início de outra etapa de vida.Besta dele se tivesse titubeado. A mulher além ser linda por fora é mais linda por dentro. O “cabra” se deu bem.

 Inês, espírita, nos procurou na nossa instituição para se “enturmar” e quem estava por lá, nas atividades com a gestante, no dia escolhido era Williana, a minha esposa. Foi um reencontro, sintonia à primeira vista. Tornou-se uma das evangelizadoras mais amadas da meninada, mas como estamos sempre nos despedindo seguiu para perto dos seus.

 Mas, agora ficou mais fácil os nossos reencontros. Uma pena que eles não poderão vir para o forro de Cachoerinha, oi São Pedro que acontecerá terça .Vamos dançar o melhor arrasta-pé da região e se deliciar com a comida típica de NANÁ, a minha excelente sogra.

Isso me fez relembrar a minha relação com a amada. Ela teria que viajar com seus Pais para João Pessoa e eu teria que tomar uma atitude. Casar ou não casar? Fiz como o Léo e não titubeei casando com a “cabocla”.

 Ninguém é besta !

No início foi difícil mais as coisas foram se acalmando, pois o amor supera montanhas de dificuldades.

Vá ao Centro Espírita Kardecista e transforme-se em Pedra.
Faça amizades e encontre a felicidade.
É isso que interessa.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

www.pensenisso.itaporanga.net

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

PELA BÍBLIA, O QUE IMPORTA É O ESPÍRITO, POIS O CORPO É PÓ

1ABPENSE NISSOPense Nisso! Mas Pense Agora Mesmo

 

PELA BÍBLIA, O QUE IMPORTA É O ESPÍRITO, POIS O CORPO É PÓ

                                                                                                       (José Reis Chaves)

             Os teólogos dos primeiros séculos do cristianismo e até mesmo os próprios apóstolos e autores do Novo Testamento, nem sempre conhecedores dos verdadeiros ensinamentos que o enviado de Deus nos trouxe, ensinaram doutrinas erradas. É que temos uma tendência para as coisas materiais do nosso ego. E Jesus sabia disso: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (São Mateus 6: 33).

                   E essa nossa tendência material está presente também, frequentemente, no nosso entendimento das passagens bíblicas, ora interpretadas literalmente, quando deveriam ser figuradamente, e vice-versa. Aliás, atualmente São feitas interpretações forçadas absurdas de passagens da Bíblia, para que elas deem sustentação às várias doutrinas criadas pelos teólogos. Daí tantas divisões no cristianismo!

                   E um detalhe: na Bíblia há até textos de autores materialistas. Vejamos dois exemplos. “Pois os saduceus declaram não haver ressurreição, nem anjo nem espírito; ao passo que os fariseus admitem todas essas coisas.” (Atos 23: 8); e “Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tão pouco terão recompensa, porque a sua memória jaz no esquecimento.” (Eclesiastes 9: 5). Os textos materialistas citados nos demonstram que a Bíblia jamais pode ser considerada, na íntegra, a palavra de Deus. Mas, ela contém muitas coisas de Deus, por isso, não a consideremos jamais inútil! Somente, devemos ter o cuidado de não a colocarmos acima de Deus, evitando assim a prática da bibliolatria como acontece com muitos irmãos nossos evangélicos, que falam mais nela e parecem amá-la mais do que ao próprio Deus! Assim, louvemos e amemos a Bíblia, mas com moderação!

E é muito importante que atentemos para o fato de que, atualmente, se cometem muitos erros bíblicos escandalosos tanto de modificações dos seus textos como de interpretações forçadas literais e alegóricas deles. Com o pretexto de usarem uma linguagem mais moderna, fazem interpolações nos textos bíblicos e cortes neles para adaptarem-nos às doutrinas teológicas. Essas irregularidades têm acontecido mais nas traduções para a nossa Língua Portuguesa, porque no Brasil, o espiritismo é muito forte, e a Bíblia possui várias passagens espíritas. E um detalhe, a presença de católicos (e entre eles padres) nos centros espíritas é, hoje, maior do que dos próprios espíritas! E há neles, também hoje, nas cidades grandes e de porte médio, uma boa frequência de protestantes e evangélicos.

Muitas correntes evangélicas e protestantes pregam que a ressurreição é do corpo quando, pela Bíblia (1 Coríntios 15: 44 e 50), ela é do espírito e do corpo espiritual (períspirito). Elas são influenciadas pela citação antiga do Credo (Símbolo Niceno-Constantinopolitano) da Igreja. Acontece que a Igreja tem dito hoje: “Creio na ressurreição dos mortos”, não mais, pois, da carne. E que os mortos vão ressuscitar, vão mesmo! Inclusive, eles ressurgem ou ressuscitam também quando seus espíritos reencarnam, pois, na reencarnação, a ressurreição é do espírito na carne!

Abandonemos a religião de cultura materialista, e abracemos a de cultura espiritualista (Eclesiastes 12: 7), cientes de que, no mundo espiritual, a ressurreição definitiva é também do espírito, pois lá, matéria não tem vez!

PS: No seu centro espírita ou auditório de sua cidade, apresente o filme espírita: “Nos Passos do Mestre”: http://nospassosdomestreofilme.com.br

 

 

 

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Evangelho no Lar

 

Rey Auca
 PENSE NISSO! MAS PENSE AGORINHA MESMO

………………………………………………………………………………….
Evangelho no Lar
(Reynollds Augusto)

Sabe leitor há quanto tempo você não reúne, em torno de uma mesa, a sua família não apenas para alimentar o corpo e sim a alma. Hoje, nem isso. A turma, da família, se alimenta assistindo televisão, impactados pela tela da ilusão. Os filhos nem se fala!

A maioria dos familiares, hoje, é “estranho” dentro de casa. Mas, há uma solução leve, solta, feliz que produz um resultado “danado”. Escolher um dia por semana para tratar de temas importantes para o esteio psicológico dos componentes da família. É o EVAGELHO NO LAR, que faz parte de uma campanha permanente da Federação espírita Paraibana.

É que o evangelho é o maior código deontológico da vida. Nada de novo. Todas essas deontologias de grupos, de profissões, têm nele o seu esteio. Isso se chama educação, que o nosso Estado não aprendeu ainda a dar, por conta da degeneração dos seus agentes políticos, que não compreenderam os seus papeis da ordem social. ( Não todos)

Se a família não tomar a iniciativa sairemos para sociedade contaminados pelas ilusões das mídias, que em vez de preparar o cidadão, formam crápulas. Nossa mídia não é constitucional e sim materialista, consumista, alienativa. Isso que vemos hoje, no Brasil é fruto disso. Não sabemos o nosso papel na vida.

Hoje o nosso tema foi feliz. Discutimos a diferença entre participar e usufruir. É mais importante participar, para usufruir e não usufruir sem participar. Isso é egoísmo desonestidade. É fenômeno corriqueiro no dia a dia. Tem a ver com a nossa evolução espiritual.

O mestre lionês Alan Kardec, na questão 766, perguntou aos imortais se a vida social está em a Natureza? Eles responderam que sim. Que “Certamente Deus fez o homem para viver em sociedade e não lhe deu inutilmente a palavra e todas as outras faculdades necessárias á vida de relação, por nada.”.

É preciso participar, leitor, ativamente. Mostrar-se um elemento social ativo. É preciso ser, como disse Gandhi, a mudança que queremos para o mundo. Isso não virá de fora para dentro e sim de dentro para fora. Mas, com consciência, sem ilusões, para que possamos fazer o “nosso pezinho de mesa” no mundo dos espíritos quando esse corpo se for e ela se vai todos os dias. Estamos todos na contagem regressiva.

Finalizamos o encontro da tarde com o poema do Espírito UM AMIGO POETA, para reflexão:

Poeta e LuciaMORADAS
( Um Amigo Poeta)

A construção das moradas
Do plano espiritual
Não é feita de forma apressada
Como na Terra e isso é normal.

Cada Tijolo é assentado
Conforme tua condição
Depois o homem é convidado
Para a sua habitação.

Conforme a vida permite,
Tua morada fica pronta ,
E a morte faz o convite,
Se a alma no corpo se encontra.

Mas, há moradas elevadas,
E Há moradas, também , inferiores,
Para lá as almas são levadas
Por terem causado as dores.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

www.pensenisso.itaporanga.net

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Ciquenta anos não são cinquenta dias

BoloCinquenta Anos Não São Cinquenta Dias

(Reynollds Augusto)

Sabe leitor, o grande Einstein disse uma verdade verdadeira: O tempo não existe. Não é que é mesmo!

E ele é tão relativo que daqui a pouco todos nós seremos “história”, pelo menos no aspecto físico, material, que é um dos elementos do universo, além do espiritual que  é  Deus, a causa, não necessariamente esse “deus” pregado por algumas religiões. É a trindade, de fato, universal: Deus, espírito e matéria.

E pensar que há exatos cinquenta anos o engenheiro Mauto Diniz veio por essa bandas  semeae  a proposta espírita que, em minha opinião é Jesus de volta, sem nunca nos ter deixado.

Ontem a família espírita estava junta, presente, feliz, comemorando um marco. Pelo menos quase todos. Destaque pela visita do nosso amigo TIÃO e os amigos do Centro Espírita Jesus de Nazaré de Catingueira, a casa do poeta espiritual , UM AMIGO POETA.

Muitos outros foram ás festas juninas, pois estamos em tempo de forró e quem “não gosta de forró, bom sujeito não é”, parodiando o sambista.

Eu não fui. Até fui, depois da festa de aniversário do CEJN. Para mim, primeiro a proposta evangélica, espírita, depois o “resto”.  É uma questão de eleição, de prioridade. É preciso priorizar as “coisas” do espírito, pois o resto está ficando e chega logo, pois o tempo é ilusão. Só quem teve uma experiência de “quase morte”, como eu, sabe do que estou falando. Alguns dias em coma valem mais que uma vida de religião.

Eu digo que todo mundo deveria passar por isso, um “comazinho”, sem gravidade. Quase sempre retornamos  sem muitas ilusões.  Brincadeira leitor! Podemos aprender com consciência mesmo é menos grave. Ainda bem que retornei lúcido. O rombo na cara não  conseguiu atingir a minha massa encefálica. A minha esposa, amor da minha vida, companheira para o que der e vier, foi essencial na minha recuperação. Outro dia perguntei-lhe se eu estivesse retornado com “defeito”, especial, como os médicos possibilitavam, se ela permaneceria comigo?  Com a resposta o meu amor aumentou.

É mulher de fibra!

Mas, do acidente só fiquei com uma marca meio saliente no rosto. E foi bom, pois toda vez que vou fazer a minha barba a vejo e regrido conscientemente e  não permito que as ilusões do caminho me tirem da estrada.  Pense numa coisa fácil de acontecer!  Há muita gente que está mais para lá do que para cá e vivem “brincando” de viver. É até bom brincar na vida e eu ainda sou um “moleque”, por opção. As minhas filhas de 18 anos, ficam perguntando quando eu vou crescer! Pode?

Mas, nós tivemos a visita de dois importantes irmãos que fazem parte do movimento espírita da cidade de Patos.  Monálison e Severino Neto. O primeiro falou bonito para comunidade de Boa Ventura, no Cesb. Espírita. O Outro falou com convicção na palestra que encerrou a comemoração dos 50 anos do Centro Espírita Jesus de Nazareth de Itaporanga.

Quando o presidente JARDEL AMANCIO estava dando o seu depoimento final e encerrando as atividades da noite, quem nos ligou foi o presidente da Federação Espírita Paraibana, Marcos Lima, que emocionado, emocionou a todos.

O mico do ano é que calculei errado e aqui em casa faltou água. Estamos sofrendo. Eu até ofereci a casa da minha mãe, que tem um poço, para Antônio Neto e Monálison banharem, mas como estava em cima da hora eles abstiveram e botaram o “perfumezinho francês”. Um “cheirinho para cobrir outro cheirinho”.  Mas, no final, deu tudo certo. É lei da vida e tudo é aprendizado.

Pretendo estar no aniversário de cem anos. Mesmo, desencarnado. Forró nenhum me tirará da comemoração. A pena é que não vou poder comer o bolo.

E VIVA O CENTRO ESPÍRITA JESUS DE NAZARETH

Parabéns aos semeadores de toda essa grandeza.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO.

t

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Pois nada há de oculto que não venha a ser revelado, e nada em segredo que não seja trazido à luz do dia


PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
BOM DIA COMUNIDADE!
………………………………………………………………………….

Pois nada há de oculto que não venha a ser revelado, e nada em segredo que não seja trazido à luz do dia.
                                           ( Rey Auca)

Essa assertiva, leitor, é bíblica e diz uma verdade: um dia saberemos de tudo. É que o nosso móvel é o progresso e ele se realiza paulatinamente e de acordo com as luzes de cada tempo. Saber, conhecer, entender são caminhos da evolução, como também sentir, amar. São as representativas da evolução, a razão e o sentimento.

Quando esses dois andarem jutos o céu – que é um estado interior, pois Jesus disse que “O Reino de Deus está dentro de vós” – terá chegado á Terra e não adianta procurar fora ou com fórmulas mirabolantes, pois milagres, que seriam derrogações da lei de Deus, não existem e tudo é esforço, ação, vivência, pois a “fé sem obras é morta”.

E não apenas essa fé , equivocada, ensinada pela maioria das religiões onde se encontram a maioria dos “falsos” profetas, que segundo Jesus, enganariam até os escolhidos”. Sendo por isso que é bom ficar esperto e precisamos ser “astutos como as serpentes e sem malicia com as pombas”, disse J.C , o mestre dos mestres.

Nós estamos vivendo momentos históricos no Brasil onde o véu está sendo levantado. As coisas escondidas estão sendo descobertas e ficamos observando tudo com cara de bobos, ás vezes estupefatos, outras vezes nos sentimos traídos, “roubados”, enganados por essas “caras” profissionais da política, que fizeram de seus cargos políticos meios para se locupletarem e lesarem a nação.

Hoje sabemos por que o Brasil tem “muito pouco” e sem qualidade. Se pararmos para pensar ninguém escapa e nessa ordem estabelecida o menos sofrível é escolher o “menos ruim”, dessas caras enojadas, que não nos representam.

Eu, como você, não me sinto representado, pois fomos enganados, literalmente enganados. A cada dia surge uma novidade e o que nos resta é torcer para que os órgãos constitucionais como a Justiça, o Ministério Público e a Polícia Judiciária Federal – que estão funcionando bem, sem ingerências- cumpram os seus papeis e extirpem esse câncer do nosso seio, não se deixando envolver pela politicalha sórdida, que contaminada, quer contaminar a todos.

Mas não sou, parafraseando uma frase de um dos agentes políticos, “otimistas úteis”. Agora, com a Net, estamos mais realistas e o povo sabe onde a verdade está. Eles não conseguem mais enganar nem a eles mesmos.

O bom é que as instituições estão funcionando e só elas poderão “salvar” essa nação. Esse modelo político, de legislação e gestão não está mais funcionando e só serve para locupletar os lidadores da coisa pública. É tanto dinheiro do povo desviado, que nem se eu reencarnasse umas cem vezes com uma experiência de cem anos em cada momento existencial, conseguiria usar esse dinheiro podre.

Não sei para que? No mínimo é burrice, pois isso compromete a vida da pessoa, do espírito imortal, que segue sempre para vivenciar o resultado das suas “burrices”, pois “não sairás daí- do planeta Terra- enquanto não pagares o último ceitil” e a Deus ninguém engana e com ele está a suprema das supremas jurisdições.

Das leis universais, de Deus , ninguém foge

Outro dia um advogado disse, em rede nacional , que “não se faz obras nesse país sem propinas”.

Foi uma facada.

Mas, sou otimista e depois dessa tempestade virá a “bonança” e tudo “está certo”, tudo é aprendizado e as leis naturais estão funcionando, pois “nada há de oculto que não venha a ser revelado, e nada em segredo que não seja trazido à luz do dia”
.
E VIVA O BRASIL! O Brasil…

www.pensenisso.itaporanga.net

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

 

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Saber Envelhecer

velhiceSaber Envelhecer
(Rey Auca)
 
É bom que nós aprendamos a gostar do que fazemos para que tornemos a vida menos grave. Nem sempre poderemos ser o que queremos, no campo da profissão, pois há diretrizes outras na ordem da vida que são estipuladas pela jurisdição divina.
 
O fato é que devemos nos esforçar para ser sempre o melhor em tudo. Isso sem concorrência e sim por consciência, sabendo que todos nós temos missões pessoais a cumprir onde estamos, na nossa conjuntura pessoal, com os nossos, nos espaços por onde transitamos.
 
Essa semana eu subi á serra para cumprir mandados judiciais e isso representa a justiça na rua, perto das pessoas. Apesar de o Oficial de Justiça não ter o retorno financeiro que lhe cabe, uma vez que disponibiliza os seus veículos pessoais, servindo de “viatura”, para dar vazão ao movimento da Justiça, tendo retorno mínimo, aprendemos a gostar do que fazemos.
 
Acho que essa é a única categoria que tem os seus bens pessoais á disposição do Estado. As polícias, as finanças, a saúde… dispõe de automóveis para os seus agentes para realizarem as suas diligências, o Oficial de Justiça não, o seu veículo serve de viatura e isso deslocando-o a lugares inimagináveis.
 
Mas, não é disso que quero “falar”. Esse tema é objeto do sindicado, que tem o papel de instigar reflexão junto ao poder, nem sempre apreciável, pois uma parte do dinheiro é separada para sustentar privilégios.
 
Mas, privilégio mesmo é você conhecer pessoas, outras realidades, simples, mas que demonstram a real felicidade, o brilho nos olhos.
 
Ontem eu fui ao Sítio Espera lá no alto da serra cumprir mais uma missão, realizada com sucesso. Tomei um café, feito com o pó da humildade e o açúcar do amor. Saí revigorado. Um belo papo rural que enfatiza a realidade desse povo humilde e esquecido pelos governos, mas que insistem em ficar no seu torrão. A cidade grande não sobreviverá sem o campo.
 
Marido e mulher, beirando os setenta anos, felizes, contentes, cabelos brancos, na paz do campo, sem as balburdias da ilusão. Cometi o atrevimento de perguntar se eles estavam felizes no campo, longe da cidade, e a resposta não foi outra. Somos felizes!
 
Todos nós sabemos que a vida para se desenvolver necessidade de energia e ela se desgasta pelo tempo, pois todos nós temos prazo de validade. Estamos na contagem regressiva para o retorno ao mundo dos espíritos e é preciso fazer planos para velhice, que chega logo, pois o tempo é ilusão e principalmente formar valores, para nao chegar do lado de lá sem a proteção adequada. Você só leva o que sabe, o que sente e o resultado do que fez. Todo o resto fica aqui.
 
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
 
www.pensenisso.itaporanga.net

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Joga No Mato

Rey Auca
 PENSE NISSO .MAS PENSE AGORA MESMO

……………………………………………………………..
Joga No Mato
(Reynollds Augusto)

Sabe leitor, estamos sempre regredindo,relembrando e isso conscientemente. É que, sempre digo, temos mais vida dentro do que fora. Hoje fui mais uma vez fazer a minha tradicional caminhada, para bater “aquele papo” saudável com a vida, vê o verde, temporário, mas que satisfaz.

É preciso sair da rotina, deixar de ser autômato e fazer algo diferente. Tem gente que só faz a mesma coisa, todo dia, a mesma hora, do mesmo jeito. Não muda nem de rua para ir ao trabalho. Não sai do circulo de seus hábitos. Isso é ruim e bom.

Mas, não é disso que quero “falar”. Quero “falar” do reinicio das minhas caminhadas, depois da “chica” (chikungunya). Esse “besouro do cão”, como é tratado por aqui, derruba qualquer “cabra macho” e eu fui um deles. Ô mosquito danado! Conseguiu fazer desencarnar muita gente na linda Itaporanga, sofrida, mas sempre Rainha.

Eu não sou muito de ver o que está desequilibrado. Até vejo, mas não espalho, não gosto muito de espalhar o mal, ele sempre se destrói por si mesmo. Tudo isso me fez relembrar do último exórdio da minha psicóloga preferida Karmem Gouveia, no Centro Espírita Jesus de Nazaré, de Itaporanga, quando ela sustentou que devemos até , conscientemente identificar o que está errado, vê, apenas vê os defeitos dos outros, mas para fazer diferente e jamais criticar ou espalhar. Isso é educação interior.

Quando eu estudava na cidade de João Pessoa, no Liceu Paraibano, participava de uma turma bonita, inteligente, jovem, que provavelmente jamais a verei novamente, ou não, pois estamos sempre nos reencontrando, devido a nossa imortalidade.

Lembro-me da uma negra inteligente, bonita, que pensava ágil e que tinha um nome famoso, Indaiá. Ela achava engraçado porque nós, do interior, quando queríamos dispensar algo inútil, sempre usava a expressão, “joga no mato”, para jogar fora. Quem disser isso perto de você, não tem outra, esse, como eu, e matuto do interior. Graças a Deus! Ainda lembro-me do grande colega Gilvandro, que perdi o contato.

Hoje na caminhada, percebi, além da beleza do verde, do ar, dos pássaros a cantar, lixo humano jogado literalmente no mato. Fogão, poltrona, caçarola… Uma deseducação profunda. É esse o problema do Brasil, deseducação. Não sabemos por que estamos no Planeta Terra e maltratamos a nossa Terra, cada vez mais sem verde, sem vida.

Na caminhada encontrei-me com o meu amigo, irmão maçon., cantor, poeta, Nilton Mendes. Foi uma caminhada filosófica. Nilton é inteligente e sensível. Voltei mais cheio de vida. Ele há pouco tempo, sofreu uma queda grande, que lhe custou algumas costelas e quase perfurava o pulmão. Está bem, em plena recuperação e isso graças ao seu estilo de vida e da alimentação. Confidenciou-me que passou por momentos difíceis, mas que ficou a lição e que agradece a Deus o ocorrido, pois foi “para que não acontecesse coisa pior”.

A visão é essa. Na vida tudo é aprendizado e nada vem de graça para as nossas vidas, a lição fica, pois o planeta, antes de tudo, é uma escola bendita.

Divisei próximo a um açude dois belos cavalos, tentei fotografá-los, mas o celular não funcionou. Uma pena!

Confidenciou-me que passou por momentos difíceis, mas que ficou a lição e que agradece a Deus o ocorrido, pois foi “para que não acontecesse coisa pior”. A visão é essa. Na vida tudo é aprendizado e nada vem de graça para as nossas vidas, a lição fica, pois o planeta, antes de tudo, é uma escola bendita.

Ô povo, vê se não joga objetos do mato!

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

www.pensenisso.itaporanga.net

Rey Auca's photo.
 

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Karmem e Jardel No Centro Espírita Jesus de Nazareth, de I

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

………………………………………………………………………………..Karmem e Jardel……………………………………….

Karmem e Jardel No Centro Espírita Jesus de Nazareth, de Itaporanga. 
(Reynollds Augusto)

Sabe leitor, não tem jeito, é preciso fazer aquela reforma intima proposta por Jesus, no seu evangelho. Isso implica vontade, querer, decisão. E tem quer ser logo, pois o dia ninguém sabe. Faz-se necessário encontrar um roteiro de vida e todos são bons, pois estão postos á evolução de cada um. No fim, o fim é o mesmo, chegar até Deus. É claro que dependendo do “manual” você chegará melhor, mais rápido, com segurança.

Há “manuais” que dificultam o caminhar e até mascaram o caminho é preciso ter “olhos de ver e ouvidos de ouvir”. “Haverá falsos profetas e falsos Cristos que enganaram até os escolhidos”, disse Jesus. Mas aí depende de maturidade, que não se consegue em uns “míseros” cem anos.

Sábado no CEJN de Itaporanga tivemos duas eficientes falas. A da psicóloga Karmem Gouveia e a do atual presidente da casa JARDEL AMÃNCIO, que fala bonito e sabe do que fala. A proposta de Karmem foi para que possamos dar um mergulho para dentro de si e se conhecer. Essa é a condição essencial para o equilíbrio e, na vida de relação, estaremos sempre em contato com o outro. É preciso identificar o que outro faz, sem julgamentos, para fazer diferente, quando ele faz errado e fazer igual, quando ele age com acerto. Jamais julgar, criticar. Se tivermos que criticar, critiquemos a nós mesmos e de julgar, também. Como disse o grande Ghandi, “Devemos ser a mudança que queremos ver no mundo”.

Já Jardel arrematou a proposta da noite relembrando as dicas do grande Bezerra de Menezes: “Solidários, seremos união. Separados uns dos outros seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos.” Fazendo uma reflexão consciente acerca do papel da Doutrina Espírita, que é Jesus de volta, numa terceira fase de ensinamentos e comprometimento com a” verdade que consola e liberta”, uma vez que a vida provem do psiquismo divino, para o aprimoramento pessoal e coletivo, rumo ao progresso da humanidade.

Viver é o grande desafio e, não tem jeito, é preciso seguir até o fim, que não existe, pois somos imortais, usando corpos mortais que se despede de nós a cada dia. E isso me fez relembrar as grandes palavras da veneranda Joana de Angelis quando asseverou:
“Viver é um desafio sublime, e realiza-lo com sabedoria é uma bem-aventurança que se encontra á disposição de todo aquele que se resolva decididamente por avançar, auto superar-se e alcançar a comunhão com Deus”.

PENSE NISSO, LEITOR. MAS PENSE AGORA MESMO

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso

Agora é a Vez do Quarteto Pequeña Venecia, da Venezuela, no Prima de Itaporanga

Agora é a Vez do Quarteto Pequeña Venecia, da Venezuela, no Prima de Itaporanga

                                                                                                   (Reynollds Augusto)

 

Prima IDepois dos meus momentos diários de estudos, vou todos os dias, lá pelas 17 horas à Rádio Boa Nova FM de Itaporanga- (http://www.radios.com.br/aovivo/Radio-Boa-Nova-87.9-FM/31336 ou baixar aplicativo para celular , no RADIOS NET : http://www.radiosnet.com/ Rádio Boa Nova FM Comunitária de Itaporanga.Pb) – para falar ou levar ao ar temas de vidas, com base na excelente proposta espírita, que também é rica na arte.

Hoje não deu, pelo menos cheguei atrasado, mais foi por uma boa causa. É que fui recepcionar, com a minha pequena Julianna e a sua amiga Carmita, o “Quarteto Pequeña Venecia”, da Venezuela e gostei do que vi. Teve até uma apresentação relâmpago. Ele substitui o Quarteto de Cordas Olivier Toni, do estado de São Paulo, que passou uma temporada por aqui e que fez bonito. O quarteto venezuelano dará seguimento ao iniciado pelo “Olivier”, sendo contratado pelo governo paraibano por um período de um ano, podendo ser ampliado. Vem para qualificar a garotada.

Prima IIEsse é um programa de Inclusão Social da Música e das Artes – PRIMA, que teve a sua origem exatamente em um excelente projeto inicial surgido na Venezuela. Uma forma didática, prática e ágil de fazer com que a garotada aprenda a maior arte da vida. Na Bahia, segundo informações, o governador Ricardo Coutinho conheceu o projeto e imediatamente o implantou na nossa linda Paraíba.

É emocionante ver, na Escola Pública, a música do ar. A comitiva ficou emocionada com o progresso do grupo de Itaporanga. E “puxou as orelhas”, pela discrição e falta de publicidade, da pouca divulgação. Eles pensavam que a turma estava “apagada” pela primariedade, mas ficaram surpresos com a apresentação da futura orquestra itaporanguense que vem surgindo. Um grupo vocal fez bonito cantando uma linda música do rei Roberto Carlos. Tudo isso faz resgatar o sonho sonhado e vivido pelo Padre Zé que impulsionou muitos às conquistas pessoais e até o reconhecimento internacional como o do imortal Radegundes Feitosa.

Prima IIIDepois de duas peças apresentadas e do grupo vocal que encantou os presentes, o Quarteto Venezuelano fez uma rápida apresentação, que arrancou aplausos e gritos dos alunos e presentes. Os pais não se aguentavam de tanta emoção ao ver os seus “pequenos” tocando música e música de qualidade. Muita conversa boa. Confesso a você que sou leigo nessa área, mas, mesmo assim, possível foi notar a qualificação do grupo venezuelano que virá uma vez por mês visitar o polo de Itaporanga e preparar essa garotada.

Excelentes dias na Escola Pública.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

 

 

 

Leave a Comment

Filed under Pense Nisso