A Prece Pode?

20171215_195731PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
………………………………………………………..
A Prece Pode?
(Reynollds Augusto)

Pode. Mas é preciso ter humildade e sinceridade no pedido, sem falar no merecimento que é o resultado de uma vida.

No direito de Deus todos podem “postular” e não há óbice quanto ao pedido. É claro que só nos será concedido o que não estiver aquém das leis naturais, pois tudo se encadeia no universo perfeitamente e todas as experiências pontuais são instrumentos de evolução, afinal “não cai uma folha de árvore sem a permissão de Deus”, disse o bíblico.

Sem falar que Jesus acentuou não ter vindo criar óbice ás leis de Deus, mas dá-la cumprimento e, sendo por isso que todos nós passamos pelo que devemos passar.

As leis de Deus não erram jamais, mas tem um papel reabilitador. Somos o resultado de nós mesmos, mas há uma ação que ajuda-nos a minimizar as nossas encrencas: a ação no bem, pois o “amor cobre uma multidão de pecados”. O bem realizado, leitor, será seu advogado em qualquer parte, então se movimente.

Foi isso que discutimos no Centro Espírita Jesus de Nazareth, ontem, nesse encontro semanal que temos com Jesus. A lavra foi do nosso Lucas, que disse que Jesus teria dito e eu acredito nisso. Disse ele:

“ Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu, publicano o outro. – O fariseu, conservando-se de pé, orava assim, consigo mesmo: Meu Deus rendo-vos graças por não ser como os outros homens, que são ladrões, injustos e adúlteros, nem mesmo como esse publicano. Jejuo duas vezes na semana; dou o dízimo de tudo o que possuo. O publicano, ao contrário, conservando-se afastado, não ousava, sequer, erguer os olhos ao céu; mas, batia no peito, dizendo: Meu Deus, tem piedade de mim, que sou um pecador. Declaro-vos que este voltou para a sua casa, justificado, e o outro não; porquanto, aquele que se eleva será rebaixado e aquele que se humilha será elevado. (S.LUCAS, cap. XVIII, vv. 9 a 14.)

A prece é um Link com a causa da vida, que estabeleceu leis imutáveis a nos levar a um destino comum: Á PLENITUDE, que as religiões chamam de “salvação”. Todos nós, espíritos, fomos criados “simples e ignorantes”, quer dizer, sem saber e a partir daí, da mônada á angelitude muita água vai rolar por debaixo da ponte. Mas de uma coisa fiquemos certos, todos nós atingiremos a meta, uns em menos tempo outro em mais, pois somos imortais usando corpos, “roupas”, que se despedem de nós todos os dias todos os dias, afinal cada dia é menos um dia de vida física. O “cabra” nasceu, começou a morrer, pelo menos o corpo porque nós, a essência, a individualidade, permanece e segue. Somo imortais!

Duvide não.

O Evangelho me disse algo ontem que me deixou contente. É que não há fatalidade no viver de ninguém, o que existe  são oportunidades. A única “fatalidade ”que existe é a morte do corpo, dessa ninguém fugirá e o dia , “cabravéi”, ninguém sabe, por isso é bom viver como se fosse o último. Vamos ao texto:

“ Há quem conteste a eficácia da prece, com fundamento no princípio de que, conhecendo Deus as nossas necessidades, inútil se torna expor-lhas. E acrescentam os que assim pensam que, achando-se tudo no Universo encadeado por leis eternas, não podem as nossas súplicas mudar os decretos de Deus. Sem dúvida alguma, há leis naturais e imutáveis que não podem ser ab-rogadas ao capricho de cada um; mas, daí a crer-se que todas as circunstâncias da vida estão submetidas à fatalidade, vai grande distância. Se assim fosse, nada mais seria o homem do que instrumento passivo, sem livre-arbítrio e sem iniciativa. Nessa hipótese, só lhe caberia curvar a cabeça ao jugo dos acontecimentos, sem cogitar de evitá-los; não devera ter procurado desviar o raio. Deus não lhe outorgou a razão e a inteligência, para que ele as deixasse sem serventia; a vontade, para não querer; a atividade, para ficar inativo. Sendo livre o homem de agir num sentido ou noutro, seus atos lhe acarretam, e aos demais, conseqüências subordinadas ao que ele faz ou não. Há, pois, devidos à sua iniciativa, sucessos que forçosamente escapam à fatalidade e que não quebram a harmonia das leis universais, do mesmo modo que o avanço ou o atraso do ponteiro de um relógio não anula a lei do movimento sobre a qual se funda o mecanismo. Possível é, portanto, que Deus aceda a certos pedidos, sem perturbar a imutabilidade das leis que regem o conjunto, subordinada sempre
essa anuência à sua vontade.”

Depois dessa sigo mais leve e vou continuar pedindo a Deus e principalmente agradecendo pela vida que tenho. Esforçando-me o máximo em pensamentos e ações para Pedir, quando preciso e que seja “deferido” quando necessário para o meu progresso pessoal.

“Pida”, meu filho , mas faça por merecer. Além da morte do corpo físico há outra fatalidade: A FELICIDADE, real, um dia todos nós a alcançaremos, pois somos imortais.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

O Estado Democrático de Direito

PENSE DIREITO
A REFLEXÃO DO DIA
…………………………………………..
1P Nisso e DireitoPENSE DIREITO – O Estado Democrático de Direito
( Reynollds Augusto)
 
Sabe leitor, o Direito é muito mais “saboroso” na tese. Parece uma espécie de “Livro Sagrado” do Estado. E o é. Quando se lê o que se está positivado na Constituição dá uma sensação de equilíbrio e o objetivo é esse, afinal saímos de um Estado de opressão “da peste” para respirar ares de democracia, que ainda está se solidificando.
 
Eu sou otimista, isso acontecerá em pelos menos alguns mil anos pela frente. Acha muito? Que nada leitor.
 
É que as forças dominantes de poder não querem entender o ÓBVIO: que o poder político, na verdade, é do povo. Tá lá no nosso “ Livro Sagrado”, parágrafo único, do artigo primeiro que tem cunho principiológico. É uma lição que todos os nossos agentes políticos, dos três poderes, precisam fixar:
 
“ Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.
 
Eis a lição.
 
Tudo é do povo, para o povo, visando o aperfeiçoamento do povo. O “danado” é que um povo despolitizado não sabe o seu valor e o político também, pois apesar das retóricas de enganação, não consegue entender porque foi colocado “lá” e por isso vemos o que estamos vendo, o povo sendo massacrado por interesses de grupos, passageiros, em detrimento do que é essencialmente constitucional.
 
Como a nossa Carta não pode agir por si só, dependendo de pessoas para isso, os seus objetivos centrais ficam quase sempre maculados pelo egoísmo e o orgulho, as duas grandes chagas sociais.
 
Com a Rede Mundial se Computadores estamos vivendo novos tempos. É claro que é preciso ficar “esperto”, pois ela é “terra de todo mundo e de ninguém”. É preciso depurar os informes e se basear em fontes límpidas, honestas, sem a politicagem que graça solta.
 
Os grandes complexos de televisão estão perdendo as suas forças, pois, quase sempre, comprados, para enganar a opinião pública. Como eles só visam o capital pelo capital e ele, definitivamente, não é fim e sim meio, pois o capital que não traz justiça social ao ESTADO DE DIREITO, DEMOCRÁTICO, não cumpre o seu papel. Esses complexos se comunicação estão sendo engolidos pela força dos novos tempos.
 
Isso me fez relembrar o “Marquinhos” que disse que Jesus teria dito:
 
“Pois nada há de oculto que não venha a ser revelado, e nada em segredo que não seja trazido à luz do dia”
 
Né não?
 
O Brasil é o Pais mais rico deste orbe. Muita natureza, muito riqueza no seu subsolo, mas os nossos representantes têm pouca, ou quase nenhuma, visão administrativa pertinente, a perseguir o seu fim, que é promover a Justiça social e geris com eficiência os nosso interesses. Ele, o Brasil, deve agir como uma mãe que fica feliz com a riqueza de um filho, mas se esforça para que o outro possa encontrar um lugar ao sol.
 
Sem falar no vírus da corrupção, que é levado aos centros de poder pela maioria de nossos “representantes “ políticos e que enganando o povo, se enganam. É parecido com o que disse o ilustre Alan Kardec, em obra da Codificação Espírita:
 
“ Cabe à educação combater essas más tendências; ela o fará utilmente quando estiver baseada no estudo aprofundado da natureza moral do homem. Pelo conhecimento das leis que regem essa natureza moral será possível modificá-la, como se modifica a inteligência pela instrução, e como a higiene, que preserva a saúde e previne as doenças, modifica o temperamento.”
 
A grande verdade, leitor, é que estamos, ainda, nos movimentando na vida democrática em estado de sono, sem nos darmos conta de que o que acontece em nosso derredor tem como fonte geradora as decisões políticas lá de cima, quase sempre estabelecidas pelos interesses de grupo.
 
Quem sabe, no futuro, nós mesmos possamos, pela Rede Mundial de Computadores, legislar diretamente para o bem do Brasil, seria menos caro e sobraria dinheiro para o que interessa.
 
Com o evoluir da tecnologia isso pode acontecer e acabaríamos com um legisladores caros e ineficientes. Antes disso é bom ficar “esperto” com as mesmas caras de sempre, que se locupletam com o poder, que é nosso.
 
PENSE NISSO! MAS PENSE DIREITO.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Estamos Sempre Nos Despedindo

26219586_1435179859942264_2715592177332775843_nPENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
…………………………………………………………….
Estamos Sempre Nos Despedindo
(Reynollds Augusto)

Sabe leitor, hoje eu acordei meio que ensismemado, com cheiro e gosto de passado. Vez por outra eu dou uma regredida e volto ás minhas origens, pelo menos nessa encarnação, pois a vida de cada um se perde nos milênios sem fim , fora os milênios sem fim que teremos pela frente. PENSE NUMA FADIGA!

Mas, mesmo assim, a vida é hoje. Se tiver de amar, perdoar, ser feliz, brincar, sorrir… o faça hoje. Já ,já seremos todos “história” e chega logo, pois o tempo é ilusão. “

“Ontem mesmo” , e isso já aconteceu há mais de vinte anos, estava almoçando com meu avô ANTÔNIO AUGUSTO DE CARVALHO, da sua mesa quadrada, de cor vinho. Ainda sei como ele pegava do garfo e faca para fazer aquele bolo gostoso de feijão com farinha de milho. Depois que ele fazia o seu prato eu, que não era besta, me aproximava e transferia quase a metade ao meu prato. Só ele sabia fazer aquilo tão gostoso. Me olhava com o olho arregalado e sorria.

Ao lado sempre o seu “radinho” de pilhas vermelho, muito potente. Hoje, ninguém mais usa. A turma tem o celular, que parece mais um computador e consegue sintonizar todas as rádios do mundo. Naquele tempo “pegava” mais chiadeira do que som , mas sempre dava para sintonizar o “boca quente” da Rádio Alto Piranhas de Cajazeiras, se não me engano.

Essa semana que entrou em contato comigo foi o primo BIDON. Tinha perdido o contato. Ele é filho do irmão do meu avô, TIO LOLÔ, que em momento impensado deu cabo á sua vida e a da sua linda esposa MÉRCIA. Foi um alvoroço em Itaporanga. Eu não era nascido. Com certeza deve estar arrependido da besteira que fez e espero que esteja recuperado.

Ele perdeu a oportunidade de conviver em família, com o seu filho e a Linda Mércia, que por amor, deve tê-lo perdoado. Como o tempo cura tudo, o que nos resta é o perdão. O reencontro é coisa certa, pois ninguém consegue se matar ou matar alguém. Já, já seremos nós. Deixaremos essa vida da ilusão das formas, das posses, do egoísmo e do orgulho que maculam a nossa evolução.

Mas, Deus não tem pressa. Nós é que devemos apressar o caminho, pois quando mais cedo chegarmos ao estado de felicidade melhor. Aqui não há felicidade real, mas podemos ser tão felizes quanto o planeta nos permita.

Não podemos perder esse liame com o passado. É claro que quanto o bíblico diz que só se morre uma vez, o “cabra” tá certo. É que essa existência é única. Eu, você, com esse CPF, RG, Titulo de Eleitor, posição social , só viveremos, nessa conjuntura essa vez. Mas a individualidade, o espírito, segue em busca de mais conquistas. Os vínculos jamais se perdem, pois nossos filhos, pais, mães, tios , irmãos, não caem de graça em nosso lar. Tem relação conosco para o aprendizado que sempre continua .

Mas, é bom, enquanto estamos a caminho, prestar a atenção, sentir mais, amar mais, pois o dia ninguém sabe. Mas, não pensemos mais em termos de “adeus” e, sim, em expressões de “até logo mais”. Isso é certo.

Enquanto isso pelejemos por aqui, ajudando a Deus a construir um mundo melhor. Sejamos voluntários em algo nobre, um hospital, uma maternidade, uma casa para idosos. Sejamos ativos na religião que elegemos ás nossas vidas e coloquemos em prática a proposta do Mestre Jesus.

Nada de novo no ar. A moeda do mundo espiritual é outra. Toda a nossa riqueza material vai ficar por isso é bom ir se desapegando de coisas, pois elas ficam, “são tesouros que a ferrugem consome”. Os dá alma , que nós levamos, são outros, os verdadeiros,é o que sentimos e aprendemos, eles seguem conosco.

“Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. … “Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem os destroem…”

Vou voltar ao passado, firme no presente. O dia , ninguém sabe.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Vera Lucia Esteve em Itaporanga

20180109_111935PENSE “VERINHA”
…………………………………………………..
Vera Lucia Esteve em Itaporanga 
( Reynollds Augusto)

Eu disse a minha amiga-irmã Verinha, que hoje mora lá pelas bandas de Goiás e está turistando pela Paraíba, que faria um artigo em sua homenagem.

Ela, leitor, merece todas as homenagens. Depois de um casamento sem sucesso, veio com a sua linda filha morar na cidade de Itaporanga, enfrentando todas as intempéries da vida. Mas, soube vencer os desafios.

É professora aposentada e conseguiu formar a sua menina engenheira, numa verdadeira “peleja” que só Nordestina sabe enfrentar. Uiara, sua filha, formou-se na UFPB, em engenharia e logo ao concluir o curso fora contratada pelo “Grupo Carrefour”, por sua competência, para fazer um projeto de uma de suas unidades na cidade de Goiânia e o fez com méritos. Eu tentei influenciá-la a “fazer” Direito, mas ela sempre disse que “não era sua praia”. E estava certa. A menina sempre gostou das “matemáticas”.

546246_539226466093528_1850997158_nEm lá estando conheceu o engenheiro elétrico Heitor. Amor á primeira vista. Mas, na verdade foi um reencontro de almas. Casaram-se e a cerimônia aconteceu em uma dessas belas pousadas da praia do conde. Foi um “negocio para cinema ” leitor. Eu chorei feito “menino buchudo”. Minha esposa e eu fomos padrinhos do casal e quem “celebrou” a união foi o meu amigo-irmão Eduardo Maia, em uma noite de muita alegria.

O nome de Vera Lucia já diz tudo. É um misto de verdade com luz, daí tanta força para vencer os desafios. Hoje os ventos estão ao seu favor. Quando não vai “turistar na Europa” vem à Paraíba matar as saudades da sua terra e dos seus.

Desta feita foi ao VII CONGRESSO ESPÍRITA DA PARAÍBA onde participou no Teatro Pedra do Reino, Centro de convenções de João Pessoa. Lá um excelente encontro de simpatizantes e trabalhadores espíritas, com nomes de expressão nacional. Eu também fui sem sair de casa. É que o evento foi transmitido pela internet, coisas da tecnologia. Aquele final com NANDO CORDEL, ficará para sempre na memória de todos.

Depois ela veio a Itaporanga, que também estava em festa. Festa de rua, teatro, Orquestra, corrida de bicicleta e maratona… Uma comemoração merecida, que reuniu os filhos de Itaporanga e das cidades circunvizinhas. Destaque para o FICA- Festival Itaporanguense de Cultura e Arte- que fora resgatado e, em especial, com a exposição de fotos antigas da nossa cidade, desde o tempo de MISERICÓRDIA. Os louros vão para o RAINERIO E O MARCOS OLIVEIRA, que vê a vida em detalhes.

Estou feliz com esse momento de Verinha e espero revê-la mais vezes. Está mais bonita, mais serena, sabendo o que quer. Disse que UIARA anda a cobrar a minha visita em Goiânia. Quem sabe um dia, por enquanto eu não vou para evitar a fadiga.

Deus não erra e os nossos desafios são merecidos. Ele quer a felicidade de todos os seus filhos e cada um, onde está, precisa identificar os sinais da vida. Verinha e Uiara passaram por muitas tempestades, mas agora “é só sol”. Os ventos fortes ficaram para trás e agora sobrou a brisa.

Que aproveitem bem esse momento, sentindo essa brisa a massagear o rosto e a pele. Como o dia de voltar ao mundo espiritual é coisa certa, mas não sabemos quando, até lá sejamos felizes, superando as arremetidas da vida, pois o nosso planeta não é fácil, mas podemos ser tão felizes quanto ele permita.

VERA LUCIA, misto de verdade e luz. Avante, minha irmã.

Aqui vai a minha singela homenagem.

PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
………………………………………………………………………………………………………………..

Comentários
Amadélia Lopes
Amadélia Lopes Linda homenagem.

Ana Lucia Tolentino Neta
Balduino Minervino de Carvalho
Balduino Minervino de Carvalho Mais é muita semelhança as vezes acho que pode ser foto antiga do seu pai.

Marlete Alves Carvalho · 19 amigos em comum

👏👏👏👏👏
Ercilia Herminio
Ercilia Herminio Merecida homenagen Verinha e mulher guerreira e nordetina de raiz Parabéns minha amiga

Cicera Alcimaria
Cicera Alcimaria · Amigo de Vera Lucia e outras 4 pessoas

Linda Uiara Morgado, saudades de vc bjs 😍
Onedi Simões
Onedi Simões · Amigo(a) de Vera Lucia

Linda homenagem Vera Lucia!.
Vera Lucia
Vera Lucia Obrigada Rey paz saúde e que a espiritualidade derrame cada vez mais chuvas de luz pra vcs! Beijos

Auxiliadora Carvalho · 2 amigos em comum

Saudades Vera daquele tempo de república na torre em João Pessoa.
Eurismar Moreira Dos Santos
Eurismar Moreira Dos Santos · 18 amigos em comum

Linda e merecida homenagem!!! Lucinha,grande mulher,meu grande abraço!!!

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Direto do Face- Itaporanga 153 anos

Itaporanga, 153 anos.

A imagem pode conter: 1 pessoa
Rey Auca
Rey Auca Jornalista e advogado Carlos Augusto de Carvalho
 …………………………………………………………………………………………………………..

Itaporanga, 153 anos.

A imagem pode conter: 1 pessoa
Graça Rodrigues Leite
Graça Rodrigues Leite Dona Queza, pessoa maravilhosa e amiga, despertou em mim interesse pela pintura, pequenina e estampava o desenho do pinto piou na campanha de Sinval, ela ensinava todos nós a pintar.

Raimundo Nonato Pinto Nonato
Raimundo Nonato Pinto Nonato Mana querida q tanto amou a sua terrinha e q tem suas cinzas na terra querida.

Rosa Campos Campos
Rosa Campos Campos Quézia lindaaa

Maria Marluce de Lima
Maria Marluce de Lima Grande Mulher. Saudades eternas.

 …………………………………………………………………………………………………………………………

Itaporanga, 153 anos.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Gorette Sousa
Gorette Sousa A primeira a direita é Auxiliadora.

Auridete Nunes
Auridete Nunes Lindas gatinhas no carnaval do. Atlântico club. Socorro nunes goia dorinha. Teca vixe

Auridete Nunes
Auridete Nunes Nizeuda etc

Auridete Nunes
Auridete Nunes Salete neves

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Direto do Face: Luiz Augusto de Família

Itaporanga, 153 anos.

A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas em pé
Joao Dehon Fonseca
Joao Dehon Fonseca Os pequenos sentados da esquerda para direita: Ademar, Zé Neto, Ademario, Aderbal, Assimario e Acimar. Em pé perto de Paadrunho Zé Augusto é Maria José e no colo de Aci é Gorete.
Essa foto deve ter sido de 1957.

Rey Auca
Rey Auca Foi ontem!
Ô tempo que não existe,
Que leva tudo .
Rey Auca
Rey Auca Quem, é esse ,no meio, por trás de “Paigusto”?
Joao Dehon Fonseca
Joao Dehon Fonseca Zé Pitaca
Rey Auca
Rey Auca Eita! Essa é histórica. Tava todo mundo.
E naquele tempo foto era luxo.
Deve ter sido com aqueles “lambe,lambe”.

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Direto do Face: Foto na velha casa de Pitanga

Itaporanga, 153 anos.

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo, casamento

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Direto do Face IV- Em Momento Político de Itaporanga

Itaporanga, 153 anos.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas em pé e área interna
Comentários
Rey Auca
Rey Auca O Gravador do Jornalista Ademar Augusto
Parecia uma banda de tijolo.
eh,eh,eh

Fabio Damiao Pedro Sobrinho
Fabio Damiao Pedro Sobrinho Uma Banda Nada, Parecia um milheiro….kkkkkkk

1

G

Rivaldo Alves
Rivaldo Alves Demar Augusto. Chico Zezinho.madruga. está parecendo com Dorgival terceiro neto

Rivaldo Alves
Rivaldo Alves Quis dizer Dezinho

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Direto do Face III – Casamento Nizeuda e Ademar Augusto

Itaporanga, 153 anos.
……………………………………………

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sentadas, pessoas em pé e área interna
Comentários
Martinho Neves Cabral Cabral
Martinho Neves Cabral Cabral E de gravata borboleta.

Francilda Araújo
Francilda Araújo Casamento da prima Nizeuda. Eu estava lá.

Francisco Fonseca
Francisco Fonseca Esse que está assinando é Diassis?
Rey Auca
Rey Auca Sim.
 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized

Direto do “Face” II – Itaporanga, 153 anos

Itaporanga – 153 anos
………………………………….

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e noite
Dona Branca,
Católica Fervorosa.
Sempre amou Itaporanga.
…………………………………………………………………………………………………………………………..

Itaporanga, 153 anos.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 2 pessoas, close-up
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas
Martinho Neves Cabral Cabral
Martinho Neves Cabral Cabral Nossa, que massa

Antonio Fonseca Jr.
Antonio Fonseca Jr. Meus queridos primos e compadres.

Rosims Araujo
Rosims Araujo Casal lindooo!

 ………………………………………………………………………………………………………………………….

 

Leave a Comment

Filed under Uncategorized